Brasil é o maior vencedor da Liga Mundial; relembre as conquistas

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial Confederação Brasileira de Voleibol

Neste domingo (17), a seleção brasileira vai em busca do décimo título da Liga Mundial, contra os sérvios, a fim de manter a hegemonia isolada no torneio. Por isso, o Torcedores.com decidiu relembrar o caminho do Brasil até se tornar o maior vencedor do campeonato. Confira abaixo todas as conquistas.

LEIA MAIS
EM JOGO DE VIRADAS, BRASIL VENCE EUA E CONQUISTA O TÍTULO DO GRAN PRIX DE VÔLEI

1993 – Conquista inédita

“A primeira vez a gente nunca esquece”, especialmente quando a conquista é realizada em casa. Comandada pelo técnico José Roberto Guimarães, a seleção brasileira sagrou-se campeão da Liga Mundial pela primeira vez em 1993, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, após vencer a Rússia por 3 sets a 0, com um show de 15 sets a 2 logo na primeira etapa. Naquele ano, fazia apenas três anos que a competição havia sido criada.

2001 – A era Bernardinho

Para conquista o bicampeonato, o Brasil teve que desbancar ninguém menos que a Itália, com quem nutria uma rivalidade histórica – e que era a maior campeã do torneio na época, com oito medalhas de ouro. Em Katowice, na Polônia, o título veio para os brasileiros, depois de uma vitória contra italianos por 3 sets a 0.

Naquele ano, o atual técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho, iniciou o seu ciclo vitorioso no campeonato. Todos os outros troféus da Liga que o país conquistou a partir daí foram com ele no comando.

2003 – É ponto do Brasil! GIBA!

Um dos jogos mais emocionantes da história – e que será lembrado para sempre pela superação da equipe brasileira. Perdendo por 2 sets a 1 para a Sérvia e Montenegro, além de uma desvantagem considerável no 4º set, o Brasil foi protagonista de uma virada emocionante e ganhou o título na quinta etapa (tie-break/partida decisiva), por 31 a 29, em Madrid. O herói do ponto que levou a seleção ao ouro? Giba.

2004 – É tetraaaaaaaaaaaaa! É tetraaaaaaaaaaaaa! 

A seleção brasileira masculina de vôlei reencontrou a italiana em uma final novamente, dessa vez em Roma. Com as parciais de 27-25, 25-19, 25-27 e 25-17, os brasileiros levaram a melhor sobre os donos da casa, por 3 sets a 1. O Brasil era tetra contra a Itália mais uma vez, só que no vôlei.

2005 – Tri consecutivo

Após a emocionante final contra a Sérvia e Montenegro, em 2003, o Brasil reeditou aquele momento. De virada, conquistou mais um título sobre o adversário, na casa deles, em Belgrado, por 3 sets a 1, e sagrou-se pentacampeão da Liga Mundial – e tricampeão seguido. Assista ao vídeo clicando aqui.

Crédito da foto: Reprodução
Reprodução

2006 – Mais uma conquista heroica no tie break

O hexa do Brasil foi marcado por outra virada histórica. Disputando o título com a França, em Moscou, a equipe de Bernardinho perdia por 2 sets a 0. De maneira heroica, os brasileiros não apenas empataram o jogo como venceram o tie break por 15-13, levando mais um troféu para casa. O time era liderado por Giba, eleito o melhor jogador da Liga Mundial em 2006.

2007 – O ano que encerrou os títulos seguidos do Brasil (penta consecutivo)

De volta a Katowice, o Brasil encarou a Rússia pela segunda vez em uma final – e começou perdendo por 1 set a 0, após as parciais de 18-25. Mas a seleção canarinha se superou mais uma vez e virou o jogo: 3 sets a 1, com o brasileiro Ricardinho eleito o melhor jogador da Liga Mundial.

2009 – Reencontro com a Sérvia em Belgrado

A essa altura do campeonato, todo mundo já sabia que as finais entre Brasil e Sérvia eram sempre eletrizantes. O cenário foi praticamente o mesmo de 2005: os anfitriões saíram à frente no placar, mas os brasileiros conseguiram a virada. Ainda assim, os donos da casa conseguiram levar, mais uma vez, o jogo para o tie-break. Apesar disso, a seleção brasileira ganhou o 5º Set por 15-12, com o placar final de 3 sets a 2, e faturou o oitavo troféu da competição, igualando o recorde da Itália.

2010 – Gracias, hermanos!

Essa foi a última vez em que o Brasil esteve em uma final da Liga Mundial. Em partida contra a Rússia, em Córdoba, na Argentina, a seleção brasileira venceu o adversário por 3 sets a 1, com parciais de 25-22, 25-22, 16-25 e 25-23, e se tornou a maior campeã do torneio, com nove troféus, ultrapassando os italianos.



Jornalista, assessora de imprensa e pós-graduanda em Jornalismo Esportivo e Multimídias. Amante dos esportes desde sempre e apaixonada por futebol inglês.