Carrasco do São Paulo na LIBERTADORES FOI OFERECIDO AO clube antes de ir para o Atlético nacional

Foto: www.foxsports.com

Na última quinta feira (14), o jornalista Jorge Nicola em seu programa na rádio Bradesco Esportes Fm, trouxe uma informação muito inusitada.

Segundo fontes de Nicola o jogador Borjas teria sido oferecido ao São Paulo e o clube não teria demonstrado interesse na negociação.

A sugestão de Borja foi feita ao diretor-executivo de futebol são-paulino, Gustavo Vieira de Oliveira. Por não conhecer o atacante, Gustavo ignorou a oferta.

O atacante do Atlético Nacional fez os quatro gols do time colombiano e cavou a expulsão de Maicon em suas duas primeiras partidas com a camisa verde e branca.

É que Borja foi oferecido por um empresário ao São Paulo assim que a Libertadores parou, por causa da Copa América. O time de Edgardo Bauza havia acabado de eliminar o Atlético-MG, nas quartas de final, e sabia que precisaria de um centroavante para o restante do ano, já que Calleri está de saída.

Aos 23 anos, Borja já era tratado como um fenômeno em seu país depois de marcar 22 gols em 25 jogos na temporada com a camisa do Cortuluá. Tanto que era disputado por Atlético Nacional e Deportivo Cali, dois dos mais tradicionais times da Colômbia.

Borja acabou virando um dos oito reforços do Atlético Nacional para o segundo semestre e foi inscrito, ao lado de outras quatro novidades, para a fase semifinal da Libertadores. Por sua vez, o São Paulo teve como única cara nova o atacante Ytalo, que ficou no banco de reservas ontem.