Confusão no Beira-Rio tem bomba, protesto e vidros quebrados

Internacional
Crédito da imagem: Ricardo Duarte / Internacional

A má fase dentro de campo do Internacional terminou com protesto dos torcedores que foram ao Beira-Rio e assistiram à derrota por 1 a 0 para o Corinthians neste domingo (31), com gol de Elias.

LEIA MAIS:
Internacional muda diretoria após derrota para o Corinthians

Após o apito final, parte dos torcedores que foram ao Beira-Rio vaiaram o time. Alguns se dirigiram às proximidades do vestiário e gritaram palavras de ordem contra os jogadores e a diretoria. Seguranças entraram em conflito com manifestantes e policiais interferiram para acalmar os ânimos com bombas de efeito moral e balas de borracha.

A confusão alterou a rota dos jogadores, que deixaram o Beira-Rio por uma saída alternativa. O técnico Paulo Roberto Falcão lamentou os atos de violência e prometeu empenho para reverter a má fase. A Diretoria também tomou providências e anunciou a demissão do vice de futebol Carlos Pellegrini.

Durante os protestos dos torcedores, vidros foram quebrados e uma BMW foi atingida. Torcedores de Internacional e Corinthians também se estranharam do lado de fora do estádio, mas segundo relatos da imprensa local a situação foi controlada cerca de 2h após a partida.

Com este resultado, o Internacional despencou na classificação e atualmente ocupa o 13º lugar, com 21 pontos – três acima da zona de rebaixamento. O time volta a campo na próxima quinta (4), quando enfrenta o Cruzeiro na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Veja algumas imagens do protesto dos torcedores registradas pelo Fox Sports:

(Crédito da imagem: Ricardo Duarte / Internacional)