Corinthians inicia visita monitorada aos bastidores da Arena; veja como funciona

Corinthians
Foto: Divulgação / Twitter oficial Arena Corinthians

O clássico deste domingo contra o São Paulo também marca o início de um novo projeto: o “Arena Corinthians Experience” promete levar torcedores para conhecer os bastidores do estádio.

LEIA MAIS
DANILO É A APOSTA DE CRISTÓVÃO PARA VENCER SEU PRIMEIRO CLÁSSICO

Inicialmente voltado para os sócios-torcedores alvinegros, a ideia é movimentar o estádio em dias sem jogos do clube, ou algumas horas mais cedo, como no caso do Majestoso. Somente quem adquiriu o ingresso do clássico pôde também pagar pelo tour.

A visita monitorada entrará em várias áreas que normalmente possuem acesso restrito. Entre os espaços divulgados no site oficial do Fiel Torcedor estão o átrio, o business longe, a área de imprensa e algumas áreas acessadas apenas por jogadores e comissão técnica, como a sala de aquecimento (com direito a um bate bola), vestiário, túnel de acesso ao gramado e campo. Como a entrada dos grupos é separada por 40 minutos, outras áreas não divulgadas podem fazer parte do trajeto.

No teste de hoje, o ingresso para o “Arena Corinthians Experience” custou R$ 60,00, limitado a 100 pessoas. No site do programa ainda não constam as próximas datas disponíveis, nem se o valor cobrado se manterá ao mesmo. No mês de agosto, o estádio será utilizado para os jogos de futebol nas Olimpíadas do Rio 2016, o que deve afetar o cronograma.

As visitas monitoradas a estádios e ginásios são bastante comuns no Brasil e no exterior.  O Boca Junior, da Argentina, tem seu museu ao lado do estádio, com tours para a Bombonera todos os dias.

No Brasil, o Maracanã também realiza visitas monitoradas, suspensas durante o período das Olimpíadas. São Paulo e Palmeiras também já permitem o acesso às áreas restritas, não somente para sócios, mas ao público em geral.

LEIA TAMBÉM:
5 MOTIVOS PARA ACREDITAR NA VITÓRIA DO CORINTHIANS SOBRE O SÃO PAULO



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias