Que zebra! Del Valle vence Boca em plena Bombonera e está na decisão

Reprodução/Facebook Conmebol

Quem diria que o Independiente Del Valle conseguiria calar o estádio de La Bombonera e se classificar para a grande decisão da Copa Libertadores da América? Foi justamente isso que aconteceu, pois nesta quinta-feira (14), o time equatoriano superou o Boca Juniors pelo placar de 3×2, de virada, no campo dos argentinos, e carimbou vaga na final para encarar o Atlético Nacional, que despachou o São Paulo na quarta.

LEIA MAIS:
VÍDEO: CALLERI SE DESPEDE DO SÃO PAULO E CANTA MÚSICA QUE MARCOU SUA PASSAGEM

Pelo começo da partida, parecia que o Boca seria avassalador. Logo aos 4 minutos, Fabra recebeu pelo lado esquerdo e cruzou na segunda trave, onde o jovem atacante Pavón se jogou na bola, de carrinho, abrindo o marcador e fazendo explodir em festa a torcida Xeneize.

Tendo aberto o placar, os argentinos pressionaram, falharam na pontaria e foram castigados. Sornoza recebeu pelo lado esquerdo e tentou a batida cruzado, mas Orión defendeu com o pé e jogou para escanteio. Na cobrança, a defesa falhou ao não conseguir cortar e o zagueiro Luis Caicedo emendou um ótimo chute, no ângulo, deixando tudo igual.

O gol de empate abalou momentaneamente o Boca Juniors, que aos poucos voltou a pressionar, e parou em defesa do goleiro Azcona no chute de Jara, e depois ainda viu quando o meio campista Lodeiro carimbou o travessão após jogada pelo lado esquerdo de Fabra.

Veio a segunda etapa, e um verdadeiro “apagão” tirou o poderoso time argentino da competição continental. Com 3 minutos, o velocista Cabezas foi lançado por Sornoza pelo lado esquerdo, invadiu a área e finalizou cruzado, com força, virando o jogo para o Independiente Del Valle. Depois, foi Orión quem vacilou feio! O goleiro tentou tocar para um companheiro e acabou entregando nos pés do adversário Julio Angulo, o qual não desperdiçou e anotou o terceiro dos equatorianos.

Aqueles inesperados gols no início da segunda etapa deixaram os argentinos completamente perdidos, e sem conseguir oferecer perigo à meta defendida por Azcona. Quando os donos da casa tiveram a chance de continuarem vivos no confronto, Lodeiro desperdiçou cobrança de pênalti, vendo o goleiro segurar firme.

Mesmo assim, o Boca Juniors ainda conseguiu balançar as redes equatorianas pela segunda vez, já nos minutos finais. Mais uma vez, o jovem atacante Pavón, desta vez clareando a jogada, trazendo para a perna direita e batendo sem qualquer chance para Azcona, mas era tarde, 3×2 e Independiente Del Valle finalista!

Os dois jogos finais da Taça Libertadores ocorrem nas duas próximas quartas-feiras. No duelo de ida, no dia 20, no estádio Olímpico Atahualpa, o Del Valle recebe o Atlético Nacional, enquanto a volta ocorre no dia 27, no Atanásio Girardot. Os colombianos decidem em casa por serem a melhor companhia.