Dívidas da Arena Corinthians sufocam clube que pede “arrego” à Caixa

Corinthians x Santo André
Foto: ArthurDafs/ ArenaCorinthians

Corinthians pede “arrego” à Caixa Econômica Federal e pede suspensão temporária dos pagamentos referentes ao empréstimo com o BNDES, pela Arena Corintians. Clube alega atraso na obra causou impacto na geração de receitas. As informação são da Folha de São Paulo.

Leia mais:

ARENA CORINTHIANS E SEUS LEGADOS DEIXADOS EM ITAQUERA

ARENA CORINTHIANS FAZ DOIS ANOS. RELEMBRE OS MELHORES MOMENTOS

De acordo com as informações da publicação, tanto o Corinthians quanto o fundo que administra a Arena Corinthians, alegam ainda que superestimaram as receitas e que não dimensionaram as receitas corretamente. Estes são os argumentos alegados para pedir a extensão do prazo de carência para o pagamento do empréstimo por mais 17 meses.

A Caixa ainda não deu aval nem positivo nem negativo sobre a extensão do pagamento e pediu mais garantidas de que o clube irá cumprir o contrato. Entre outros pontos levantados no documento está o item eventos e locação onde alegam que a localização prejudicou o aluguel da Arena para eventos. Não só a localização como o impedimento do uso do gramado.

arena corinthians
– Reprodução

No que se refere a pontos positivos da Arena Corinthians, o documento levanta: boa localização junto ao metrô, amplo espaço de boa qualidade, oportunidade para múltiplos eventos e amplo estacionamento.

O Corinthians ainda colocou parte desta conta na Odebrecht, pois a construtora atrasou a entrega da obra e prejudicou eventos. A receita projetada até o fim do ano passado, sendo o clube almejava era de R$375 mil reais, mas em 2015 fechou somente em R$45 mil reais.

No total, o clube terá de desembolsar R$1,64 bilhão até 2028 no final do pagamento de todos os empréstimos e financiamentos.

 

 



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."