Ex-volante de Grêmio e São Paulo fala sobre tensão na Turquia e relata tiroteios

Souza pelo Fener - Reprodução

O volante Souza, ex-jogador de Vasco, Grêmio e São Paulo, falou sobre o clima na Turquia, que sofre nesta sexta-feira uma tentativa de golpe militar. Hoje no Fenerbahce, um dos principais clubes do país, o jogador relatou tiroteios e veículos militares perto da sua casa.

LEIA MAIS:
EX-GOLEIRO GREMISTA PRESENCIA ATENTADO TERRORISTA NA TURQUIA

“A situação pelo que eu tenho acompanhado é que ninguém deve sair de casa. Os militares estão tentando tomar o país à força. Fecharam o aeroporto, a ponte perto de casa. Tivemos tiroteios e caças dando rasantes, helicópteros. Eu estou em casa, tranquilo. Estamos em segurança. A recomendação é não sair de casa”, afirmou em entrevista à ESPN Brasil.

Souza ainda revelou como fará para viver nos próximos dias, já que não há previsão para o fim da tensão política e militar.

“Meu amigo disse que é ir no mercado e comprar bastante coisa para guardar porque ninguém sabe como será os próximos dias”, disse.

O Fenerbahce, que conta também com o meia Diego no elenco, teria um amistoso contra o Lyon neste sábado, mas o confronto deve ser adiado, como conta Souza. “Por enquanto, a recomendação do clube é não sair. Amanhã, tem um jogo contra o Lyon em nosso estádio. Creio que deve ser cancelado. Ainda não sabemos se vai ter treino. Creio que vão até cortar a internet”, explicou.

Veículos internacional relatam que os militares fecharam pontes, estradas e até o principal aeroporto turco, além dos principais acessos à capital Ancara. O presidente Tayyip Erdogan teria teria deixado o país por medida de segurança.



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.