“Falaram que eu não tinha futebol para jogar aqui”, desabafa Romero

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Corinthians

Ángel Romero viveu tarde dos sonhos na goleada do Corinthians por 4 a 0 sobre o Flamengo. Foram dois gols, vários dribles nos marcadores cariocas, aplausos da torcida e o atingiu o posto maior artilheiro da história da Arena Corinthians. No final do jogo, em conversa com os jornalistas, o atacante garantiu que não existe mágoa com o técnico Tite, que insistia em deixá-lo no banco de reservas.

Leia mais:
PARA MATAR AS SAUDADES! VEJA 20 GOLS INCRÍVEIS DE IBRAHIMOVIC NO PARIS SAINT-GERMAIN
SAN SIRO OU GIUSEPPE MEAZZA? DESCUBRA POR QUE MILAN E INTER UTILIZAM O MESMO ESTÁDIO

O atacante paraguaio desabafou pra cima de seus críticos e pediu respeito.

— Muitas pessoas falaram que eu não tinha futebol para jogar aqui. Essas pessoas, primeiro, têm de conhecer antes de falar. Primeiro, ficar calado e deixar que o cara possa jogar. Não estava jogando. Os caras falavam que eu só fazia gols em times pequenos…fiz contra São Paulo, Flamengo e Santos. Acho que são times grandes, né?

Desde a chegada de Cristóvão Borges ao Timão, Romero passou a ganhar oportunidades entre os titulares e marcar gols importantes. Questionado se havia mágios com Tite, o antecessor, o atacante negou qualquer mágoa.

– Nunca fiquei chateado com Tite. Sempre respeitei o trabalho dele. Aprendi muita coisa, ele sempre me disse para lutar. Fico feliz com esse momento.

Feliz da vida com a nova fase, o atacante paraguaio revela que está vivendo uma fase especial em sua vida.

– O momento que eu queria chegou. Fico feliz por ter essa sequência de ser titular. Por mais que faça um jogo ruim, o Cristóvão sempre acreditou no meu futebol. Isso faz com que você entre mais confiante.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.