França x Islândia: os donos da casa contra a grande surpresa da Eurocopa

Crédito da foto: Twitter Oficial da UEFA Euro 2016

Hoje (03/07) iremos conhecer o último semifinalista da UEFA Euro 2016, que saíra do confronto entre França x Islândia. Os donos da casa terão que ter cuidado contra a grande surpresa da Eurocopa até o momento: os islandeses eliminaram os ingleses nas oitavas, e querem surpreender ainda mais.

LEIA MAIS:
FRANÇA X ISLÂNDIA: SAIBA COMO ASSISTIR À PARTIDA AO VIVO NA TV
FRANÇA X ISLÂNDIA: ACOMPANHE O PLACAR AO VIVO

No Stade de France, em Paris, a França terá todo o favoritismo diante da Islândia, a grande zebra até aqui da Eurocopa 2016. Mas os donos da casa sabem que favoritismo não garante nada, afinal, os islandeses eliminaram os ingleses na fase anterior, ou seja: estão preparados para aprontarem ainda mais nesta competição.

Portanto, apesar de até o técnico da Alemanha, Joaquim Low, ter mencionado que espera a França como adversária na semifinal, os Blues estão prevenidos e querem evitar passar sufoco (lembrando que nas oitavas diante dos irlandeses, os franceses tiveram que virar um placar adverso). Por isso, Didier Deschamps, técnico francês, alertou os jogadores sobre os perigos da partida de logo mais, às 16h00 (horário de Brasília).

Para a partida no Stade de France, o técnico Deschamps terá alguns problemas: o zagueiro Rami e o meia Kanté estão suspensos, e para dificultar um pouco as coisa, o substituto de Kanté, o meia Coman, talvez não tenha condições de jogo. Por isso, os prováveis substitutos dos jogadores suspensos para a partida de hoje serão Mangala e Sissoko, respectivamente.

Do lado da Islândia, a equipe deve repetir a mesma escalação utilizada no jogo passado, no qual os islandeses surpreenderam o mundo eliminando a Inglaterra. Os técnicos Heimir Hallgrimsson e Lars Lagerbäck admitem que a equipe chegou mais longe do que eles imaginavam, mas que agora querem ir pouco mais além e por isso, deverão dificultar as coisas para os donos da casa. Confira abaixo as prováveis escalações das duas seleções:

França: Hugo Lloris, Bacary Sagna, Laurent Koscielny, Eliaquim Mangala e Patrice Evra; Blaise Matuidi, Paul Pogba, Kingsley Coman (Moussa Sissoko), Dimitri Payet, Antoine Griezmann e Olivier Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Islândia: Halldórsson, Saevarsson, Ragnar Sigurdsson, Árnason e Skúlason; Gunnarsson, Gylfi Sigurdsson, Gudmundsson e Bjarnason; Sigthórsson e Bödvarsson. Técnicos: Heimir Hallgrimsson e Lars Lagerbäck.