Gabigol ou Gabriel Jesus? Jornalistas da ESPN elegem quem é melhor

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial Gabigol e Facebook ofical Gabriel Jesus

Gabriel, do Santos, e Gabriel Jesus, do Palmeiras, são duas das maiores sensações do futebol brasileiro nos últimos anos e temas de diversos debates nas ruas, nas redes sociais e televisão.  Comentaristas da ESPN entraram na onda das discussões e elegeram quem é o melhor dos dois durante o programa “Linha de Passe”, da última sexta-feira. E o palmeirense de 19 anos foi eleito por unanimidade.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Paulo Nobre fala sobre possível venda de Gabriel Jesus pelo Palmeiras
Análise: China foi bondosa com o futebol brasileiro na janela do meio do ano

“Depois de analisar um pouquinho o comportamento dos dois e a maneira de jogar eu ficaria com Gabriel Jesus. Tem a cabeça melhor, mais assentado. O outro acho muito marrento. Gabriel finaliza mais, mas o Jesus é mais vistoso ver jogar”, disse José Trajano.

“Acho o Gabriel Jesus mais jogador. São dois bons jogadores, mas o Jesus é mais versátil”, opinou Mauro Cezar Pereira.

O jornalista Gian Oddi destacou que o palmeirense Gabriel Jesus está mais focado em seu clube do que Gabriel no Santos.

“Em relação ao comportamento eu não tenho a menor dúvida que o Gabriel Jesus tem mais cabeça. Aliás o próprio fato dele parecer mais propenso a ficar e querer ficar do que o Gabriel e o Lucas Lima mostra um pouco isso. As declarações do Lucas Lima são sempre no sentido de ‘quero ir embora’. O fato de o jogador conseguir pensar que para ele pode ser bom ficar, isso para mim é digno de elogios”, falou Gian Oddi.

Jesus tem sido alvo de forte sondagens do Barcelona, Real Madrid e Internazionale-ITA. Já Gabriel está na mira do Chelsea e da Juventus.

O santista, quatro meses mais velho que o rival, tem mais experiência. Subiu aos profissionais durante o Brasileirão 2013. Disputou até o momento 151 jogos oficiais e fez 55 gols (média de 0,36 gol por partida). O palmeirense foi promovido ao time principal no início de 2015, após a disputa da Copinha. Entrou em campo 68 vezes e marcou 27 gols (média de 0,39 gol por partida), 19 deles na atual temporada. *dados Footstats

Os dois jogadores são as esperanças para a inédita conquista da medalha de ouro olímpica pela seleção brasileira. O Brasil estreia no dia 4 de agosto, contra a África do Sul, no Maracanã.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)