Heróis: 5 atacantes que deram o título para suas seleções em Eurocopas

O próximo candidato é Éder, herói português na Euro. Até então, ele tinha 3 gols em cerca de 30 jogos por Portugal (Reprodução Twitter)

Brilhar e marcar o gol do título é o sonho de todo jogador de futebol. E nem sempre o melhor jogador do time (ou um dos melhores), acaba decidindo a competição em favor da sua equipe.

Na Eurocopa, alguns atletas apareceram e brilharam, decidindo para suas seleções. Nem sempre o melhor decide, como foi no caso da final da Euro 2016, com Cristiano Ronaldo e Griezmann.

Fato é que nem os secundários marcaram (Nani, Quaresma, Renato Sanches, Pogba, Payet), cabendo a Éder, a responsabilidade de ser o “cara da final”.

O Torcedores.com relembrou 5 que decidiram a Eurocopa:

 

Éder – Portugal 1×0 França – Eurocopa 2016

Aos 4 minutos do segundo tempo da prorrogação, Éder entrou para a história de Portugal marcando o gol que garantiu a primeira conquista do futebol português, em um time com astros como Cristiano Ronaldo, João Moutinho, Ricardo Quaresma, Nani e Renato Sanches.

Fernanto Torres – Espanha 1×0 Alemanha – Eurocopa 2008

Na edição de 2008, Fernando Torres decidiu para os espanhóis aos 33 minutos da primeira etapa. Foi a primeira conquista da geração de Xavi e Iniesta, e que teve Davi Villa como principal marcador da Euro 2008 e Copa de 2010.

Charisteas – Grécia 1×0 Portugal – Eurocopa 2004

Camisa 9 da seleção grega que chocou a Europa em 2004, eliminando seleções como Espanha, França e Portugal, Charisteas foi o autor do gol do título no jogo final contra os anfitriões, aos 12 minutos do segundo tempo.

Trezéguét – França 2×1 Itália – Eurocopa 2000

Trezéguét nunca se firmou como titular absoluto da França, mas sempre era chamado para atuar no segundo tempo. Em um time como henry e Zidane, o atacante entrou na final contra a Itália, aos 31 minutos do segundo tempo. Viu Wiltord empatar aos 49, e garantiu o título aos 13 do primeiro tempo da prorrogação. Como na época o gol era de ouro, a final foi encerrada ali mesmo.

Bierhoff – Alemanha 2×1 República Tcheca – Eurocopa 1996

Outro atacante com estrela, Bierhoff entrou em campo aos 24 do segundo tempo. Empatou o jogo aos 28, levando para a prorrogação. E aos 5 do primeiro tempo, anotou o golden goal que garantiu a 3ª taça para a seleção alemã.