Marc Wilmots deixa o comando da seleção belga

Reprodução/ Twitter

O fracasso na Eurocopa foi a gota d’agua para a Federação Belga de Futebol, que demitiu Marc Wilmots.

Marc Wilmots não é mais o treinador da seleção belga. Após os fracassos na Copa do Mundo e Eurocopa, o ex-atacante deixou o comando da seleção. Ele não conseguiu transformar em resultados, o ótimo time que tinha no papel, a chamada ”ótima geração belga”. Tendo caído nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014 para a Argentina e nas quartas de final da Euro para Gales, o maior feito de Wilmots foi ter alcançado em 2015, o primeiro lugar no ranking da FIFA.

LEIA MAIS:

Shevchenko é o novo treinador da Ucrânia

O presidente da Federação Belga de Futebol, François De Keesmaecker, justificou a saída do treinador,:As metas estabelecidas para a Eurocopa não foram alcançadas”, ”Este grupo pode conseguir resultados melhores em grandes torneios”, ainda completou.

Com WIlmots a frente da seleção, a Bélgica disputou 51 jogos, com 34 vitórias, 8 empates e 9 derrotas. O sucessor dele deve ser anunciado nos próximos dias. O próximo compromisso da seleção é um amistoso diante da Espanha no dia 1º de Setembro.

A seleção belga está no grupo H das eliminatórias para a Copa de 2018, junto com Bósnia, Chipre, Estônia e Grécia.



19 anos, estudante de Jornalismo, zagueiro nas horas vagas, nordestino com orgulho e um completo apaixonado por futebol.