NBA tem novo teto salarial; veja a evolução nos últimos anos

94 milhões de dólares. Esse é o novo teto salarial da NBA, anteriormente na casa dos 70 milhões. Com isso, a próxima temporada da liga americana de basquete já vem movimentando muito dinheiro nos cofres das equipes, o que coloca o salário de Stephen Curry, por exemplo, como um valor pouco expressivo.

LEIA MAIS:
NBA: COBIÇADO POR VÁRIOS TIMES, KEVIN DURANT ANUNCIA QUE VAI PARA OS WARRIORS

Segundo a ESPN, com 12,1 milhões de dólares acertados para receber na temporada 2016-2017, o camisa 30 do Golden State Warriors vai ganhar tanto quanto ou menos do que jogadores com menos qualidade e destaque na NBA, por conta dos novos contratos milionários que estão sendo assinados pelas franquias, como Jeremy Lin. O armador assinou com o Brooklyn Nets pelo equivalente a 12 milhões por ano, totalizando 36 milhões de dólares. Timofey Mozgov, que trocou o atual campeão do basquete americano pelo Los Angeles Lakers, vai ganhar mais: fechou por 16 milhões de dólares cada uma das quatro temporadas do contrato com a equipe da Califórnia.

O Memphis Grizzlies é outra franquia que vem chamando atenção em termos financeiros. O time, que ganhou as manchetes ao protagonizar o maior contrato da história da liga com o armador Mike Conley, também fechou com Chandler Parsons. O ala vai receber o equivalente a 23,5 milhões de dólares por temporada, totalizando o valor de 94 milhões. Na prática, isso significa que a dupla, junta, vai custar aos cofres do Grizzlies mais do que Curry, Green e Thompson ao Golden State.

Confira a variação do teto salarial da NBA desde a temporada 2008-2009:

2017-18 – US$107
2016-17 – US$94
2015-16 – US$70
2014-15 – US$63
2013-14 – US$58
2012-13 – US$58
2011-12 – US$58
2010-11 – US$58
2009-10 – US$57.7
2008-09 – US$58.7

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook



Jornalista formada em 2014, torcedora e apaixonada futebol, Fórmula 1 e esportes olímpicos. Sempre de olho nas últimas do mundo do esporte e louca por NBA.