Opinião: Juventus busca protagonismo internacional

Gonzalo Higuaín (Juventus) - R$ 328 milhões

Com a chegada da nova temporada, a Juventus, se apresenta como uma das grandes potências a ser batida nos torneios internacionais. Na Itália, onde domina há cinco temporadas e busca neste ano, o inédito hexa, consecutivo. Não é novidade. Mas,parece ser pouco para sua audácia, para entraves contra Bayern de Munique, Atlético de Madrid, Real Madrid e Barcelona.

Mesmo assim não sei se tirar grandes nomes domésticos o façam chegar neste nível. Pjanic, bom valor da Roma, custou 32 milhões de euros. O meia bósnio que é fã assumido de Juninho Pernambucano, passou cinco temporadas na equipe da capital, sendo que, foram 185 jogos com 36 gols e 25 assistências.

Para o miolo de zaga trouxeram Benatia, que também teve passagem pela Roma e Udinese na Itália e, Bayern na Alemanha. O zagueiro em duas temporadas, só atuou em 46 jogos – sendo 12 na temporada passada. Isso aconteceu pelas duas lesões graves sofridas sequencialmente pelo marroquino.

Ainda sim, não contente em desfalcar a Roma, os bianconeris, decidiram pagar a multa rescisória de Higuaín: 90 milhões de euros. Algo meio impensável O atacante argentino revelado pelo River Plate e com passagem pelo Real Madrid, hoje, com 28 anos, não evolua mais. Na equipe de Nápoles foram 146 jogos e 91 gols.

Na última temporada bateu um recorde na Série A italiana, “pipita” como é conhecido o centroavante marcou 36 gols em 38 rodadas. Assim passando os 35 gols do sueco Gunnar Nordahl atuando pelo Milan na temporada 1949/50.

Além destes, o clube italiano apostou na revelação Pjaca, do Dínamo de Zagreb (Croácia), pela bagatela de 22,5 milhões de euros e assinou por cinco temporadas.

Porém, para ser um protagonista será que não era melhor garimpar estrelas de outras grandes ligas, como Ribéry (9 milhões), Robben (11 milhões), Pastore (24 milhões), Arda Turan (28 milhões), Mkhitaryan (30 milhões) – este já no United, Aubameyang (45 milhões) e Alexis Sánchez (55 milhões ), avaliadamente em euros, segundo o site transfmarkt.



Jornalista da Band - Esporte é vida. Ser um amante do futebol, é um privilégio. Editor/Repórter do programa "Os Donos da Bola" das 13h às 15h. Aos fins de semana em toda programação esportiva.