Rio 2016: Conheça as regras do Rugby Sevens

Foto: Divulgação/Facebook Sevens World Series

Estamos a menos de um mês da abertura dos Jogos Olímpicos e, como aquecimento para o evento, o Torcedores.com preparou uma série de especiais falando dos esportes que estão presentes nos Jogos Olímpicos e os atletas que fizeram história na competição. Neste artigo, conheça as regras do Rugby Sevens e fique preparado para assistir ao torneio da modalidade no Rio 2016.

LEIA MAIS
Rio-2016: Definidos os grupos do torneio de rugby
Rio-2016: Espanha se classifica para o Rugby 7’s feminino

O Rugby esteve presente nas Olimpíadas de Paris (1900), Londres (1908), Antuérpia (1920) e Paris (1924). No entanto, a modalidade disputada na ocasião era o Rugby XV, que é disputado com 15 jogadores em cada time. No Rio 2016, o torneio de Rugby será jogado em uma forma reduzida do Rugby XV: o Rugby Sevens, que possui 7 jogadores em cada equipe.

O Rugby Sevens é disputado com as mesmas regras que o 15-a-side, mas com pequenas variações. Enquanto no Rugby XV temos dois tempos de 40 minutos, os jogos de Sevens são disputados em dois tempos de 7 minutos. Em caso de empate nas partidas de mata-mata, é disputada uma prorrogação com dois tempos de 5 minutos.

A partida conta com um árbitro principal e dois assistentes que ficam nas linhas laterais. Ainda podemos ter a presença de um quarto árbitro e assistente de vídeo (TMO), que ajuda a tirar dúvidas em jogadas duvidosas e penalidades graves que não foram vistas pelo juiz.

Quando a parte disciplinar do jogo, o atleta que cometer uma infração considerada pelo árbitro passível de cartão amarelo ficará dois minutos fora do jogo.

As equipes de 7’s podem ter cinco jogadores no banco de reservas e fazer até três substituições. No scrum, formação que é usada para recomeçar o jogo após um dos times cometer uma infração, é disputado com 3 jogadores ao invés de 8, como no Rugby XV.

No Rugby de 7, existem quatro formas de pontuação, que são o objetivo do jogo.

Try (5 pontos): é a pontuação principal, e a mais valiosa, do Sevens. O try é marcado quando o jogador ultrapassa a linha de fundo do time adversário e apoia a bola no solo na área após a linha de fundo. Para o try ser validado, é preciso que haja um contato voluntário entre o jogador a bola e o chão.

Conversão (2 pontos): A marcação do try proporciona ao time que conseguiu a pontuação o direito de fazer mais dois pontos através de um chute no qual a bola deve passar entre os postes do campo adversário. A cobrança deve ser feita do ponto imaginário que seja paralelo as laterais e perpendicular ao local onde ocorreu a marcação do try. A cobrança deve ser feita em drop kick, isto é, em um movimento de “bate pronto”.

Penal (3 pontos): Após um dos times cometer uma penalidade, o atleta tem a opção de chutar a bola para os postes do time adversário.

Drop Goal: O atleta chuta a bola para os postes do time adversário em movimento de “bate pronto”.

O torneio de rugby nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro será disputado no Estádio de Deodoro entre os dias 6 e 11 de agosto. Na chave masculina o Brasil está no Grupo A ao lado de Fiji, Estados Unidos e Argentina. No feminino, a Seleção Brasileira caiu no Grupo C com Canadá, Grã-Bretanha e Japão.