Rio já foi candidato a sediar os Jogos em 2004; relembre

Reprodução/Facebook Rio 2016 - Fernando Soutello

O Rio de Janeiro teve que sofrer com a decepção antes de ser confirmada como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Dezenove anos antes, em 1997, na votação para escolha do lugar responsável por sediar o maior evento esportivo do planeta, a cidade brasileira não conseguiu nem mesmo estar entre os cinco finalistas, os quais foram Atenas (Grécia), Buenos Aires (Argentina), Cidade do Cabo (África do Sul), Estocolmo (Suécia) e Roma (Itália). Os gregos acabaram vencendo a votação e ficaram com o direito de sediar as Olimpíadas em 2004.

LEIA MAIS:
QUATRO SÃO PRESOS POR TENTATIVA DE FURTOS EM ARENA DOS JOGOS OLÍMPICOS

Pode-se dizer que naquela ocasião, houve uma derrota dupla por parte dos brasileiros. Isso porque, após não conseguir avançar para a fase final de votação, assim como San Juan (Porto Rico), Istambul (Turquia), Lille (França), São Petersburgo (Rússia) e Sevilha (Espanha), o governador do estado do Rio de Janeiro, Marcello Alencar, o prefeito da cidade, Luis Paulo Conde, e o embaixador dos Jogos, Ronaldo Cezar Coelho, decidiram apoiar a candidatura dos vizinhos argentinos, que foram eliminados na primeira de quatro rodadas na votação final.

A proposta do Brasil tinha como fundo a Ilha de Fundão, localizada na margem oeste da Baía de Guanabara, onde atualmente o principal campus da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na qual se previa a construção de uma Vila Olímpica com 2100 apartamentos para 15 mil atletas, além de um estádio com capacidade para 80 mil pessoas e a criação de um parque ecológico para alavancar ainda mais o turismo na cidade.

No entanto, questões ambientais foram os principais entraves no projeto, entre as quais a principal delas foi o despejo de esgoto in natura do Canal do Cunha diretamente na Baía de Guanabara, algo que foi constatado pelos especialistas em meio-ambiente do COI (Comitê Olímpico Internacional). Além disso, os atletas também se queixaram do barulho provocado pelos aviões, já que o Aeroporto do Galeão localizava-se próximo da região escolhida para as disputas dos jogos.

Agora, restam exatamente 30 dias para a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Uma nova chance foi dada à cidade brasileira, que foi escolhida como sede em outubro de 2009, ao superar Madrid (Espanha), Tóquio (Japão) e Chicago (Estados Unidos da América) na votação final.