Saiba como ficou a classificação do mundial de pilotos da F1 após o GP da Áustria

Crédito da foto: Divulgação / Twiter oficial da F1

Nico Rosberg desperdiçou uma chance de ouro ao colidir com Lewis Hamilton na última volta do GP da Áustria. Poderia ter concluído em 2º, mas a manobra ousada o jogou para a 4ª posição. Agora, alemão e inglês estão separados por míseros 11 pontos.

LEIA MAIS
SAIBA COMO FICOU A CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES DA F1 APÓS O GP DA ÁUSTRIA

Na Ferrari, tudo empatado: por mais que os resultados de Raikkonen não saltem aos olhos, o finlandês está empatado com o companheiro de equipe, ambos com 96 pontos. Não é nada, não é nada, mas numa dessas a desculpa de Maranello para não renovar seu contrato pode estar indo por água abaixo.

Massa abandonou mais uma vez e vem despencando na tabela. Agora está em 9º, com Grosjean fungando no cangote. Bottas não está muito melhor: em 7º, com 54 pontos, tem um abismo para chegar perto de Verstappen, com 72.

Lá embaixo, Pascal Wehrlein é o grande vencedor da prova. Conseguiu levar sua Manor para o 10º lugar, conseguindo o primeiro ponto da equipe, que, por tabela, é seu primeiro ponto na F1. Um final de semana para entrar para a história da nanica escuderia inglesa. Tem que festejar muito!

Alonso, apesar do abandono, ainda mantem um espacinho para Button: 5 pontos de diferença, que nas atuais circunstâncias é muita coisa.

Confira a classificação do mundial de pilotos, após o GP da Áustria de F1:

Mundial-Pilotos



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias