Santos passa a ver contratação de Alex desacreditada

Sem jogar desde maio, zagueiro Alex toma decisão sobre futuro
Foto: Divulgação/ Site oficial do AC Milan

 

Sem respostas sobre a negociação do zagueiro, Alex, de 34 anos. O Santos passou a ver a negociação como desacreditada. Alex foi revelado pelo time da Vila Belmiro e está sem contrato desde o desvínculo com o Milan

Leia mais:

ALEX PODE ASSINAR CONTRATO COM O SANTOS JÁ NESTE SÁBADO

PRÓXIMO DE RETORNO, ALEX TAMBÉM QUER DIEGO NO SANTOS: “TOMARA”

“Eu acho que ele (Alex) não vem mais. Conversei com o empresário dele, não tive mais uma resposta e eu acho que não vem”, disse o presidente do clube, Modesto Roma Júnior, em entrevista à Rádio Globo.

Alex chegou a dizer em entrevista ao Lance! durante a semana que dentro de duas semanas já conseguiria ficar à disposição do técnico Dorival Júnior, e explicou os motivos para não ter ido bem no Milan.

“Eu passei os últimos dois anos no Milan (ITA), meu primeiro ano tive lesões, que não era o esperado, e no último tive uma pequena lesão no começo. Acabei jogando 25 jogos, tirando a pré-temporada, o que eu considero um bom número. Quando eu fiquei fora não foi por conta de lesão ou por estar fora de forma. Eu me previno ao máximo para isso não acontecer. Venho fazendo sessões de fisioterapia nas férias. Acho que em duas semanas acho que já consigo ficar à disposição. Falta a parte de campo ainda, porque tenho feito apenas o físico” – explicou Alex.

O zagueiro foi Bicampeão Brasileiro com o Santos em 2002 e 2004, caso feche com o Peixe o defensor vai reencontrar antigos colegas daquela época como Elano, Ricardo Oliveira, e Renato. Ele que é muito identificado com a torcida do Alvinegro Praiano, fez o caminho diferente do ídolo Robinho, que preferiu ganhar mais para jogar no Atlético Mineiro em vez de voltar ao clube que o revelou para o futebol.

Crédito da foto: Getty Images

 



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."