Três razões explicam o jogo entre Internacional e Corinthians

Internacional
Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

O Corinthians foi à Porto Alegre jogar neste domingo contra o Internacional e venceu a partida pelo placar de 1 a 0, gol de Elias. Com o resultado, o alvinegro assumiu a liderança provisória com 32 pontos e na próxima quarta-feira (3) vai à Curitiba jogar contra o Atlético-PR. O Internacional, que caiu para 13ª posição com 21 pontos e viaja na quinta-feira (4) à Belo Horizonte, quando encara o Cruzeiro, na Arena Independencia.

Nos minutos iniciais, o jogo entre Internacional e Corinthians foram pobres em futebol e ricos em faltas. Só depois dos 22 minutos que começamos a ter alguns lances ofensivos, em maior parte pelo lado do alvinegro paulista. Aos 42, Romero na área passa para Elias, que abre o placar no Beira-Rio.

No segundo tempo, o Inter pressionou mais com Nico Lopez e Ariel, mas também tivemos lances de perigo por parte do Corinthians. Depois, tivemos um alvinegro arriscando mais e o Colorado sem tanta lucidez no ataque. No final, o Corinthians conseguiu sair de campo com a vitória. Estas são as razões do jogo.

1-Um time teve mais vontade que o outro

O Corinthians teve mais futebol, soube chegar ao ataque e depois administrou o resultado com méritos. O Inter não conseguiu coordenar jogadas na maior parte do tempo e só nos minutos iniciais do segundo tempo, com Nico López que algum brilho apareceu.

2-Ariel

O atacante argentino acabou sendo o pior homem do Inter em campo. Mais reclamou que jogou e ainda por cima, não teve nenhum chute de real perigo ao gol de Cássio.

3-Elias

Jogou como titular e conseguiu aproveitar a melhor chance corintiana em campo, num passe criado por Romero.