Cortado na véspera das Olimpíadas Murilo revela “Eu criei muitas expectativas pra esse ano”

Reprodução/Instagram

Murilo Endres é um dos principais jogadores de vôlei desta geração. Porém, após uma lesão na panturrilha foi cortado das Olimpíadas 15 dias antes do início da competição.

LEIA MAIS: FORA DOS JOGOS, MURILO ANUNCIA

JAQUELINE DESABAFA APÓS CORTE DE MURILO DO RIO 2016: “DIFÍCIL ACEITAR QUE VOCÊ NÃO ESTARÁ COMIGO”

O corte aconteceu quando estava na Polônia disputando a Liga Mundial Masculina em julho, ao desembarcar no Brasil, Murilo chorou em entrevista para a imprensa. Na ocasião, a esposa Jaqueline, também atleta da seleção olímpica de vôlei, disse que nunca viu o marido chorar em frente as câmeras.

Em entrevista ao site Uol, Murilo contou que não deseja entrar em conflito com a decisão do técnico Bernardinho, mas garante que faltou “diálogo e transparência no processo que o tirou da seleção” como ele mesmo citou.

“Eu criei muitas expectativas pra esse ano. E tinha uma lesão, por mais que ela fosse pequena, tinha a lesão na panturrilha. Tinha que ser respeitado um prazo de repouso e às vésperas de uma Olimpíada eles não quiseram arriscar eu chegar sem ter treinado esses 15 dias. Foi uma opção deles. Não tenho mágoa. Só um pouco, assim… a falta de diálogo que a gente teve, o fato de não ter conseguido fazer uma ressonância lá na Polônia, de não saber a data do corte.” Lamentou Murilo.

Questionado se esse foi o momento mais frustrante de sua carreira, o atleta do Sesi garantiu que sim “Já tive momentos difíceis. Derrotas, cirurgia no ombro, mas esse… Foi muita surpresa pra mim. Eu tinha me preparado pro início da temporada e me programando pra Olimpíada ser o fim de um ciclo na seleção. O corte foi completamente diferente do que eu tinha planejado.” Explicou o atleta.

Mesmo após o desabafo, Murilo reflete e garante que esse não é o momento de expor seu problema. Ele entende que apesar de saber que poderia ajudar, não adianta externar a situação agora.

“Tudo que eu falar hoje vai só prejudicar. Não vai resolver nada, não adianta, passou, não fui. Infelizmente estamos vivendo essa situação agora [duas derrotas seguidas], mas temos que confiar que a gente vai classificar, e que o time vai crescer na hora certa. Qualquer coisa que eu falar acho que vai atrapalhar.” Encerrou Murilo.