Após ouro olímpico, Rafaela Silva inaugura escola com seu nome no Rio

Reprodução/Twitter

Responsável pela primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Rafaela Silva ganhou uma bela homenagem na Cidade Maravilhosa nesta quarta-feira. A judoca, ao lado do prefeito Eduardo Paes, inaugurou uma escola em Magalhães Bastos, na Zona Oeste. O local é integrante do projeto Escolas do Amanhã e vai atender aproximadamente 300 alunos da região.

LEIA TAMBÉM:
Britânico mostra que comemorar antes da hora não é uma boa em Olimpíada; veja

Repórter inventou fala sobre candomblé de técnico francês para vitória de Thiago Braz
Vai, Brasil! Veja em quais modalidades o país ainda pode conquistar o ouro no Rio 2016

A prefeitura do Rio pretende fazer a mesma homenagem a outros medalhistas brasileiros em colégios e clínicas de saúde que serão inaugurados até o fim de 2016. 

Rafaela destacou como sua vida mudou com a conquista nas Olimpíadas e o que espera do local, ‘batizado’ como Espaço de Desenvolvimento Infantil Medalhista Olímpica Rafaela Lopes Silva.

É muito importante saber que há uma escola onde podem sair outras Rafaelas. A dobradinha educação e esporte muda a vida de uma pessoa”, disse a judoca, ouro na categoria peso-leve (até 57kg).

Divulgação
Divulgação

Desclassificada em Londres após uma manobra irregular ainda nas preliminares, Rafaela deu a volta por cima no Rio de Janeiro. Com uma campanha irretocável do início ao fim, ela venceu suas cinco lutas com autoridades. Assim ela igualou à campanha de Sarah Menezes, que foi ouro na categoria ligeiro (até 48kg) há quatro anos.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.