Autor do gol que deu a vitória ao Brasil no último mundial, Neto anuncia aposentadoria da seleção

Foto: CBFS/Divulgação

Nos últimos dias, a CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão) anunciou os 14 convocados que vestirão a camisa da Seleção brasileira de Futsal no Mundial de 2016, na Colômbia. O fixo Neto, foi um dos atletas que ficaram de foram dessa importante lista e um dos nomes que fizeram história no futsal nas últimas temporadas. Quem aí não se lembra do último mundial em 2012, na Tailândia, quando Neto fez o gol do Brasil restando poucos segundos para o final da prorrogação e assim bateram a Espanha levantando o título de campeão? Naquela oportunidade, o fixo ainda foi eleito o melhor atleta da competição.

LEIA MAIS:
COM SURPRESAS, SELEÇÃO BRASILEIRA É CONVOCADA PARA O MUNDIAL

Confira na íntegra, o texto publicado por Neto em uma rede social, anunciando sua despedida da seleção brasileira:

“TEXTO LONGO RESUMINDO MEUS QUASE 15 ANOS DE SELEÇÃO BRASILEIRA.
Muita gente veio me perguntar porque eu não disputaria o Mundial de Futsal na Colômbia e aqui vai a resposta: “NÃO FUI CONVOCADO”. Hoje encerro um ciclo de 15 anos servindo a Seleção Brasileira, como muitos dizem “DIFÍCIL NÃO É CHEGAR E SIM SE MANTER”. Acho que isso consegui durante esses 15 anos, mas que com certeza não foram fáceis, afinal dentro de uma seleção acontecem muitas coisas e surgem atletas a todo momento para ocupar o seu lugar.
Disputei 2 Copas do Mundo (China-Taipei e Tailândia), poderiam ter sido 3 se não tivesse machucado o joelho na Copa do Mundo realizada no Brasil. Disputei o único Pan-Americano que teve o Futsal e diversas competições ao longo desses anos.
Consegui todos os títulos possíveis se tratando de Seleção Brasileira e isso só mostra o quanto 2 gerações de jogadores se completaram nesse período. GERAÇÃO 01 (franklin, Lenisio, Marquinhos, Schumacher, Vinicíus, Falcão, etc…) + GERAÇÃO 2 (Tiago, Ari, Wilde, Gabriel, Eu, Ciço, etc…)
Individualmente falando consegui ser eleito MELHOR JOGADOR DO MUNDO em 2012, troféu que tantos outros craques mereciam, mas infelizmente ele só é entregue de 4 em 4 anos.
Acredito ter dado minha contribuição a Seleção Brasileira nesses 15 anos e saio de cabeça erguida por tudo que fiz.
OBRIGADO a todos os companheiros que dividi a quadra durante esse tempo e com certeza a qualidade de vocês me fez crescer.
Acredito também que todos os atletas fizeram de tudo para que o futsal crescesse, mas infelizmente quem tá de fora não soube aproveitar, apenas queriam fazer de uma Confederação as suas casas, suas finanças, seus mimos e alimentar seus egos.
Isso todos sabem que vem de anos e anos e perdura até os dias de hoje.
Chega de acharem que a Seleção Brasileira tem um dono, supervisor precisa supervisionar e não ficar falando em grupo de whatsapp que vai fuder (e fudeu) jogadores porque o clube não liberou (Se ler isso a carapuça vai servir). Clube também precisa entender o lado do atleta e liberar em dado momento para não prejudicar o mesmo.
Passei por momentos que não condiz com uma Seleção brasileira: 1º Jogador dormindo em chão de aeroporto porque não queriam pagar hotel 2º Jogador com roupa GG porque tinha que dar a P para os presidentes e esposas de confederações estaduais 3º Jogador lotando o pé de bolha porque tinha que satisfazer um contrato que nunca perguntaram aos atletas se concordavam. Ficaria aqui citando muitosssssss outros e ninguém iria ler tudo de tanta coisa.
Não vou ser injusto e devemos frisar que na ERA PC DE OLIVEIRA tivemos todo o suporte para trabalhar.
Resumindo é isso, esses foram meus anos de seleção e desejo toda sorte para os jogadores que estão e aqueles que surgirão ao longo dos anos.
Mundial da Colômbia está ai, cada um com sua forma de julgar, na minha houve injustiça gigante com 3 jogadores, mas não sou eu quem convoca né, portanto BOA SORTE aos que foram e que possam representar bem o nosso país.
PS: Para não julgarem de forma precipitada tudo que escrevi, se fosse por tudo que joguei nos últimos 2 anos, acho também que não merecia ser convocado, mas se fosse por histórico na seleção e isso sempre contou, talvez.”

Nas últimas temporadas, Neto vestiu a camisa do Corinthians, mas acabou se desligando do clube paulista após problemas financeiros. Em 2016 atuou pelo Split Tommy, da Croácia e recentemente anunciou a mudança para o Kairat, do Cazaquistão.

Foto: CBFS/Divulgação