Olimpíadas: Brasil ganha ouro inédito no salto com vara

imagem de www.iaaf.org

Depois de torcer por muito tempo por uma brasileira no salto com vara, saltando com Fabiana Murer, o Brasil acompanhou um novo fenômeno neste esporte, o brasileiro Thiago Braz fez o estádio rugir mais alto com uma medalha de ouro.

LEIA MAIS

VIROU MODA? ATLETA DE BAHAMAS IMITA BRASILEIRO E SE JOGA DE ‘PEIXINHO’ PARA GANHAR O OURO. ASSISTA!

O brasileiro de apenas 23 anos assustou seus adversários saltando cada vez mais alto, até chegar a marca de 5.93.  O Polonês Piotr Lisek tentou mas não conseguiu chegar, depois foi a vez do americano Sam Kendricks tentar e não conseguir, neste momento o brasileiro já estava com a medalha de prata garantida, colocando o atletismo brasileiro mais uma vez em destaque.

A disputa ficou apenas entre os dois competidores que tinham chegado a marca de 5,93. O brasileiro e francês Renaud Lavillenie que é o atual campeão olímpico e que conseguiu um impressionante salto de 5,98 colocando toda a pressão para o salto do brasileiro. Thiago não se intimidou e decidiu não apenas tentar o 5,98 e pediu para subir a altura para 6,03 haja vista que saltando apenas 5,98 o francês venceria no critério de desempate. Ainda assim, o brasileiro jamais havia chegado nesta marca mas ele percebeu que havia passado o 5,98 com tranquilidade. No salto que superou 5,98 teria superado o 6,03 e por isto ele sabia que era possível.

Na primeira tentativa para o salto de 6,03 nem o francês, que tentou primeiro, nem o brasileiro conseguiram superar a altura. No segundo salto do francês, mais uma vez não conseguiu. O brasileiro tinha a possibilidade de colocar toda a pressão do mundo no francês se superasse a marca.

Thiago olhou, suspirou, correu e saltou como nunca antes, e alcançou a incrível marca de 6,03 deixando o francês sem reação. Sem ter outra opção o francês pediu para subir o sarrafo uma vez mais, pois agora a vantagem passava a ser do brasileiro. O francês só tinha uma única chance e com o sarrafo em 6,08 o francês tentou superar o brasileiro para voltar a ficar na frente. No entanto o francês não conseguiu superar a altura, as vaias e o brasileiro que conquistou uma medalha de ouro inédita para o salto com vara masculino do Brasil.