Brasileirão: Palmeiras arrecada no Allianz Parque mais que toda Série B

Palmeiras
Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Apesar de ter perdido a liderança do Campeonato Brasileiro, no último domingo, o Palmeiras ainda lidera a competição nacional em um quesito: arrecadação. Em nove partidas como mandante, o Verdão acumula R$ 18.363.696,00 em bilheteria, número superior aos 20 times somados que disputam a Série B do Brasileirão, que concentram R$ 11.888,972 após 180 jogos realizados.

LEIA TAMBÉM:
Antes de cirurgia, Prass se despede no Palmeiras incentiva elenco rumo a título brasileiro; assista
Copa do Brasil: Palmeiras faz segundo fora contra o Botafogo-PB pelas oitavas de final
Calote? Palmeiras deve ‘bicho’ de título da Copa do Brasil para dois jogadores

Neste Brasileirão, o Palmeiras não registrou nenhuma renda bruta inferior a R$ 1,5 milhão nas oito partidas em que atuou no Allianz Parque. No único jogo que disputou fora do Allianz, contra o Grêmio, o clube arrecadou R$ 525.845,00 para um público de 19.196 pagantes no estádio do Pacaembu. Ou seja, mesmo com “só” oito jogos em sua arena, o Verdão somatizou lucro de R$ 17.837.851,00.

O recorde de arrecadação do Palmeiras nesta edição do Brasileirão foi contra o Atlético-MG, no último dia 24 de julho, quando o clube alviverde atingiu a marca de R$ 2.935,305.

“Um de nossos trunfos para garantir uma boa arrecadação é o Avanti. Nosso programa de sócio-torcedor possibilita a fidelização do torcedor nos estádios através do rating e, claro, descontos na compra de ingressos. Além dos valores de renda, temos garantido uma média de público alta nos jogos em casa: 32.692 espectadores”, afirmou o diretor de marketing do Palmeiras, Roberto Trinas.

Na Série B, por sua vez, o líder de arrecadação é o Vasco. Em nove partidas atuando como mandante, o Gigante da Colina arrecadou R$ 1.380.710,00, sendo sua melhor marca na vitória por 4 a 3 sobre o Bahia, em 28 de maio, em São Januário, quando obteve R$ 260.510,00.

A maior arrecadação em uma única partida da Série B, porém, é do Sampaio Corrêa-MA, que registrou R$ 884.934,00 na goleada por 4 a 0 sofrida diante do Vasco, no Castelão (Maranhão), em 24 de maio.

Ao todo, os 20 clubes da Série A arrecadaram R$ 89.903.950,00 em 170 partidas disputadas até este momento. Enquanto o Palmeiras é o líder em renda, o América-MG é o time que menos arrecadou, com R$ 533.540,00. Na elite da competição nacional, a média de arrecadação geral por partida é de R$ 528.846,00. Já na Série B, é de R$ 67.169,00.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.