CBF declara luto oficial de 7 dias pela morte de João Havelange

morre joao havelange
Reprodução / CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decretou luto de 7 dias, pela morte de João Havelange, ex-presidente da entidade.

LEIA MAIS:

OLIMPÍADAS: MÃE DE ATLETA DOS EUA TEM MALA EXPLODIDA POR SUSPEITA DE BOMBA
OLIMPÍADAS: ORGANIZAÇÃO JÁ HAVIA ALERTADO SOBRE RISCO: “CUIDADO COM A CÂMERA”
INTER PRECISARÁ REPETIR FEITO DO SÃO PAULO PARA NÃO SER REBAIXADO
SELEÇÃO BRASILEIRA SUB-20 É CONVOCADA PARA AMISTOSOS NA INGLATERRA

A CBF divulgou, através de seu site oficial, uma nota em que declara luto oficial de 7 dias, após a morte de João Havelange, um dos ex-presidentes da maior entidade do futebol brasileiro. Na sede, erguerá as bandeiras a meio mastro e, na próxima rodada do futebol brasileiro, será respeitado um minuto de silêncio. Confira um trecho do texto publicado pela CBF na manhã desta terça-feira (16):

“Com extremo pesar, a Confederação Brasileira de Futebol, sua Diretoria e seus funcionários despedem-se de João Havelange. Nesta terça-feira (16), aos 100 anos, o ex-presidente faleceu no Rio de Janeiro, onde estava internado desde julho devido a complicações causadas por uma pneumonia. A CBF, por sua Presidência, decretou luto oficial de sete dias, com bandeiras hasteadas a meio mastro. Na próxima rodada dos campeonatos em andamento, será respeitado um minuto de silêncio antes de todas as partidas.”

Jean-Marie Faustin Goedefroid Havelange morreu na manhã desta terça-feira, aos 100 anos. Durante sua vida no futebol, presidiu a CBD (antiga CBF) por 18 anos e a FIFA, por 24. Apesar de escândalos de corrupção ao lado de Joseph Blatter, Havelange foi membro do COI por 40 temporadas e ajudou na eleição do Rio de Janeiro, para os jogos olímpicos de 2016.

(Créditos da foto: Reprodução / CBF)