Cristiane lamenta eliminação após dominar Suécia: “Só deu Brasil”

Crisitante, atacante brasileira de futebol feminino
Foto: Ricardo Stuckert / CBF

Após um início promissor, com duas goleadas sobre África do Sul (3 a 0) e Suécia (5 a 1), a Seleção Brasileira Feminina de Futebol caiu de rendimento na fase de mata a mata, deixou de fazer gols e acabou eliminada pela mesma Suécia na disputa por pênaltis na semifinal desta terça-feira (16), no Maracanã. Cristiane, que esteve fora dos últimos três jogos, entrou na prorrogação, mas não conseguiu ajudar o time do técnico Vadão a ir à final.

LEIA MAIS:
“Fora Temer”: Torcedor é retirado à força pela Força Nacional por levar cartaz
Rio 2016 tem suspeita de bomba no ciclismo e bala perdida no hipismo
Olimpíadas: Russo é roubado, posta foto de crianças com armas e é detonado na web

Cristiane lamenta a queda brasileira pelo fato da seleção brasileira ter tido controle do jogo e mais volume de jogo nos 120 minutos (90 minutos + 30 de prorrogação).

“É complicado sair numa semifinal que só deu Brasil. Mais uma vez, segunda Olimpíada que só dá a gente e a bola não entra. Quero agradecer o povo que acompanha, que torce, só temos que agradecer essa torcida – disse a camisa 11, que perdeu um dos pênaltis do Brasil na disputa após o 0 a 0 no Maracanã”, analisou.

Questionada se o futebol feminino precisava de mais investimento, a centroavante brasileira confirmou, mas preferiu deixar o assunto de lado para o pedido não soar como uma “desculpa” pela queda.

“Parece até desculpa, que toda vez que a gente perde parece desculpa dizer que precisa de apoio. É repetitivo. Ganhando ou perdendo, vamos falar isso. Tem que começar lá embaixo, nas escolas. Não quero parecer para todo mundo que estamos usando isso como desculpa. Perdendo ou ganhando, tem que dar continuidade na modalidade” finalizou.

Com a queda na semifinal, o Brasil espera o derrotado de Alemanha x Canadá para conhecer a seleção que irá disputar a medalha de Bronze, na próxima sexta-feira (19), em São Paulo.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.