Diretor da Niantic é hackeado após atraso de Pokémon GO no Brasil

Pokémon GO
Crédito de imagem: Reprodução/YouTube

John Hanke, o CEO da Niantic Labs, desenvolvedora de Pokémon GO, teve sua conta no Twitter hackeada pelo grupo OurMine neste domingo (31), em forma de protesto contra o atraso do lançamento do game do Brasil.

LEIA MAIS:
Pokémon GO: veja o que acontece quando alguém chega ao nível mais alto do jogo
Fast food ou Olimpíadas? Veja o provável motivo de Pokémon GO ainda não ter sido lançado no Brasil

Em algumas mensagens publicadas, o grupo deixava claro que “este hack é pelo Brasil”, sempre acompanhada pelas hashtags #POKEMONGOBRAZIL e #PokemonGo4Brazil. Eles ainda revelaram a facilidade para invadir o perfil de Hanke. “Sua senha fácil:  nopass (sem senha)”.

Existe a possibilidade do “ataque” ter sido realizado por um integrante brasileiro do grupo hackler.

Reprodução
Reprodução

Lançamento no Brasil:

Na semana passada, o site ‘MMO Server Status’, que tem monitorado os servidores do game por todo o mundo, fez com que a expectativa e os rumores do lançamento do jogo Brasil neste domingo (31)  crescesse ainda mais, já que seus servidores mostravam que a disponibilidade de Pokémon GO no país aparecia como  “soon”, que significa em breve, em português

A Niantic não confirmou a informação e não comenta nada relacionado ao game.