Dor de cabeça? Pode ser cefaléia tensional

Crédito da Foto: Reprodução

Segundo o Profº João Gabriel Tonini da Favale Físico e Saúde do nosso BEST TRAINER WAGNER FAVALE, a cefaléia tensional é o tipo de cefaléia mais presente, manifestando-se principalmente por espasmo da musculatura pericraniana e dor miofascial. É comum em diversas pessoas e em todas as idades, a partir da infância, porém sua maior incidência é na meia idade.

LEIA MAIS:
PERSONAL DA DICAS PARA QUEM QUER TER O BUMBUM COMO O DE LUCIANE HOEPERS, ELEITO O MAIS BELO DA MÍDIA
ACADEMIA USA POKÉMON GO PARA ATRAIR CLIENTES E PROPORCIONAR DIVERSÃO NO TREINAMENTO

As cefaléias são classificadas em duas categorias: primária e secundária. As cefaléias primárias (incluindo enxaqueca, cefaléia tensional e um aglomerado de outros tipos) não possuem um processo fisiopatológico delineado, enquanto que as cefaléias secundárias são sintomas de um processo patológico concomitante.

A cefaléia tensional (CT) é uma das doenças mais onerosas da sociedade moderna, devido à sua alta prevalência, sendo a maior dentre todos os tipos.

A cefaléia tensional pode durar de 30 minutos a vários dias, podendo ser contínua em casos severos. A dor é de intensidade média ou moderada e descrita como sensação de opressão, pressão ou cefaléia persistente, geralmente dada de forma bilateral, estendendo-se desde a fronte, passando pelas têmporas e chegando até o occipital.

As pessoas sempre reportam uma irradiação da tensão do occipital para os músculos posteriores do pescoço e, em casos mais severos, estendendo-se para toda musculatura da cintura escapular. Pessoas acometidas pela CT descartam a presença de qualquer outra condição patológica que pudesse ser fator causador, descartando distúrbios visuais, dor generalizada constante, febre, trauma recente, torcicolo ou bruxismo.

Para o tratamento as principais técnicas utilizadas são a massoterapia, técnicas básicas de relaxamento, técnicas de reeducação postural, mobilizações passivas, treino de fortalecimento crânio cervical, alongamentos delicados da musculatura cervical, pericraniana e da cintura escapular, técnicas miofasciais leves, tais como a massoterapia e o alongamento miofascial e trigger point.

Sendo assim, a musculação ou o treinamento funcional tem que ser feito por um profissional que saiba avaliar esses fatores para se ter a melhora gradativa da postura sem aumentar a sobrecarga em locais que possam agravar a dor na cabeça.

Procure nossa equipe e faça uma avaliação:

Para ficar por dentro das novidades sobre Treinamento, Nutrição, Atividade Física, Saúde e Bem Estar, acesse diariamente WWW.BESTTRAINERSCLUB.COM.BR e nossa pagina no facebook https://www.facebook.com/besttrainersclub



As últimas novidades e as melhores dicas sobre atividades físicas, treinamento, nutrição, suplementos, saúde e qualidade de vida, escritas pelos melhores profissionais do Brasil, você encontra aqui! besttrainersclub.com.br. O seu portal fitness na internet! Também no Facebook e Instagram