Egípcio que se recusou a cumprimentar adversário é expulso da Rio 2016

Foto: Getty Images

O judoca do Egito, Islam El Shehaby, que se recusou a apertar a mão de seu oponente, após ser derrotado, foi expulso dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O atleta egípcio não quis cumprimentar o israelense Or Sasson. O fato aconteceu na última sexta-feira, depois de Islam perder seu combate para Sasson, na categoria dos mais de 100kg.

 

LEIA MAIS:

Virou moda? Atleta de Bahamas imita brasileiro e se joga de ‘peixinho’ para ganhar o ouro. Assista!

 

 

El Shehaby, de 32 anos, ficou com a derrota após sofrer um ippon e, seu comportamento frente ao atleta de Israel, foi castigado com muitas vaias do público. A explicação do Comitê Olímpico Internacional para a expulsão do atleta foi a falta de espirito de amizade, visto que o COI admitiu que as regras do judô não obrigam os atletas a ‘darem as mãos’.

O atleta de Israel confessou que seus técnicos o avisaram que o egípcio poderia negar o cumprimento.

Apesar do ocorrido, a Federação de Judô do Egito garantiu que El Shehaby não foi enviado para casa como forma de castigo.



Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.