Família doa órgãos de técnico alemão da canoagem, morto em acidente de carro

Reprodução/Twitter

Uma das notícias mais triste das Olimpíadas 2016, deixou uma lição de solidariedade para todos nós. Após a constatação da morte cerebral do técnico alemão de canoagem Stefan Henze, 35 anos, após acidente de carro na última sexta-feira (12), a família autorizou a doação de órgãos.

LEIA MAIS: CONHEÇA A CANOAGEM VELOCIDADE, MODALIDADE TRADICIONAL DA CANOAGEM

ISAQUIAS QUEIROZ CONQUISTA MEDALHA DE PRATA INÉDITA PARA O BRASIL NA CANOAGEM

O falecimento de Henze foi confirmado pela Confederação Alemã de Esportes Olímpicos na tarde da última segunda-feira (15). Horas depois, a autorização da doação dos órgãos foi autorizada e quatro brasileiros puderam ter uma nova chance recebendo o transplante.

O coração, o fígado e os dois rins do alemão seguem funcionando em outro corpo, segundo apuração do site Uol que informou que uma senhora de 66 anos teria recebido o coração do técnico, porém, o nome da paciente não pode ser divulgado.

O acidente:

Stefan Henze voltava para a Vila Olímpica na madrugada da sexta-feira (12), quando o táxi que estava bateu em um poste. Henze estava acompanhado de outro integrante da comissão técnica, Cristian Katini, que sofreu apenas leves ferimentos.

O técnico foi levado para o Hospital Miguel Couto e não resistiu.

O alemão conquistou a medalha de prata em Atenas, em 2004 na categoria C2 da canoagem slalom.