GUIA RIO 2016 TORCEDORES.COM – SAIBA TUDO SOBRE O CICLISMO BMX

O Torcedores.com continua seu especial para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 que conta um pouco da história de cada esporte olímpico, algumas curiosidades para você contar por aí, além de informar os favoritos das provas e quem são os brasileiros nelas. Falaremos um pouco do Ciclismo BMX, um dos esportes mais radicais dos Jogos Olímpicos

LEIA O GUIA RIO 2016 DE OUTROS ESPORTES:
ATLETISMO, BADMINTONBASQUETE MASCULINO, BASQUETE FEMININO, BOXECANOAGEM VELOCIDADECANOAGEM SLALOM, CICLISMO BMX, CICLISMO ESTRADA, CICLISMO MOUNTAIN BIKE, CICLISMO PISTA,  ESGRIMAFUTEBOL MASCULINOFUTEBOL FEMININO, GINÁSTICA ARTÍSTICA, GINÁSTICA RÍTMICA, GINÁSTICA DE TRAMPOLIM, GOLFEHANDEBOLHIPISMO, JUDÔ, LEVANTAMENTO DE PESO, LUTA, MARATONA AQUÁTICA, NADO SINCRONIZADO, NATAÇÃO, PENTATLO MODERNOPOLO AQUÁTICO, REMORUGBY DE SETE, SALTOS ORNAMENTAIS,TAEKWONDOTÊNISTÊNIS DE MESA,TIRO COM ARCOTIRO ESPORTIVO, TRIATLO, VELAVÔLEI FEMININO,  VÔLEI MASCULINOVÔLEI DE PRAIA

Por Erik Ulysses e Rafael Freitas

 

INTRODUÇÃO O ciclismo BMX surgiu nos Estados Unidos entre as décadas de 60 e 70 criado por admiradores do MotoCross. Com o intuito de imitar as manobras e outras ações de seus ídolos motorizados, os jovens americanos, sem as motocicletas e outros equipamentos necessários para a prática do MotoCross, jovens americanos adotaram a bicicleta de pequeno porte em pistas de terra. Surgia assim o ciclismo Bicycle Moto Cross, ou apenas BMX, a mais nova entre as modalidades do ciclismo. Crescendo e se popularizando rapidamente entre os jovens, o BMX passou a ter uma federação que geria o esporte a partir de 1981e em 1993, a União Ciclística Internacional (UCI) passou a gerir também o BMX. A modalidade estreou nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008.

VOCÊ SABIA?

  • que existem campeonatos mundiais para crianças de 5 anos de idade no BMX?
  • que não se refere ao praticante do BMX como ciclista, mas sim como “piloto”?
  • que a primeira bicicleta BMX criada recebeu o nome de Sting Ray (arraia, em inglês) ?
  • Que o guitarrista da banda Guns N Roses Slash é um grande fã do Ciclismo BMX?
  • bmx bike

COMO FUNCIONA A DISPUTA?

  • A competição de BMX consiste em corridas em uma pista com curvas e diversos desníveis, divididas em baterias com oito atletas, que vão avançando até a final. Conhecido por ser muito imprevisível devido as varias quedas, o BMX caiu no gosto popular. A bicicleta de aro 20” são equipadas com um freio e uma marcha e as largada acontecem em uma plataforma de cerca de dez metros. A disputa ocorre tanto no masculino quanto no feminino.

 

HISTÓRICO

Uma das modalidades mais novas do cronograma olímpico, o ciclismo BMX distribuiu apenas doze medalhas olímpicas até hoje. Mesmo sendo um esporte novo, alguns países já despontam com certa tradição olímpica. A Colômbia soma duas medalhas, uma de ouro e outra de bronze, a Letônia tem o bicampeão do masculino, Maris Strombergs, e a França a campeã olímpica de 2008, Anne-Caroline Chausson, além de outra prata no mesmo evento. Inventores do esporte, os Estados Unidos somam três medalhas, uma prata e dois bronzes.

 

MASCULINO

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

O bicampeão mundial Maris Strombergs (foto), da Letônia, chega ao Rio em busca de mais uma medalha de ouro. Apesar de não vir de um ciclo tão destacado, Maris é sempre um nome a ser considerado. Prova disso é o título na Copa do Mundo de Papendal, que conquistou esse ano. Liam Phillips, da Grã Bretanha, Niek Kimman, da Holanda e Joris Daudet, da França, talvez possam ser considerados os principais candidatos ao pódio hoje. É bom ficar de olho nos sempre fortes americanos, representados por Connor Fields e Corben Sharaah, no colombiano Carlos Oquendo, no canadense Tory Nyhaug, e no australiano Sam Willoughby.

MARIS BMX

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Niek Kimman: Campeão mundial de 2015 e vice-campeão esse ano. Chegará como líder do ranking mundial

Joris Daudet: Atual campeão mundial

Maris Strombergs: Bicampeão olímpico. Apesar de não ter levado nenhuma medalha em mundiais no ciclo, venceu algumas etapas de Copa do Mundo

Liam Phillips: Campeão mundial de 2013. Venceu também a Copa do Mundo de 2015

Corben Sharaan: Lidera a Copa do Mundo na atual edição

Sam Willoughby: Campeão mundial de 2014

Tory Nyhaug: Medalha de prata no mundial de 204

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL?

O brasileiro Renato Rezende (foto) é o representante brasileiro no ciclo BMX nos jogos do Rio de Janeiro, repetindo a dose de Londres 2012. Renato teve um bom ciclo olímpico, conseguindo algumas finais em etapas da Copa do Mundo. Entretanto acabou sofrendo uma lesão esse ano que acabou por deixá-lo de fora de muitas competições. Como o BMX é uma prova imprevisível, não seria surpresa se ele chegasse a uma final. As chances de medalha são médias

renato bmx

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Niek Kimman (Holanda)

Prata: Joris Daudet (França)

Bronze: Liam Phillips (Grã-Bretanha)

Brasil: Renato deve avançar até as semifinais. Chegar até final é improvável, mas não impossível

 

FEMININO

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Apesar de ser favorita, a colombiana Mariana Pajón (foto) não terá vida fácil no Rio de Janeiro. Um dos maiores nomes do esporte colombiano, Mariana é a atual campeã mundial e olímpica, mas vai encontra pelo caminho a australiana Caroline Buchanan, campeã mundial de 2013 e que conseguiu outros dois vices no período. A americana Alise Post, a australiana Laura Smulders e a venezuelana Stefany Hernandez, que surpreendeu ao ficar com o ouro no mundial de 2015, são outras boas apostas. Correndo por fora está Simone Christensen, da Dinamarca, e Manon Valentino, da França.

MARIANA BMX

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Mariana Pajón: Campeã olímpica de 2012, campeã mundial em 2014 e 2016

Caroline Buchanan: Campeã mundial de 2013, vice em 2015 e 2016

Alise Post: Vice-campeã mundial de 2014 e medalha de bronze em 2016

Laura Smulders: Bronze no mundial de 2014

Stefany Hernadez: Campeã mundial de 2015. Oitava colocada no ranking mundial

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL?

Priscilla Carnaval (foto)vai participar de sua primeira Olimpíadas. Priscilla é uma atleta experiente, a melhor ciclista brasileira há alguns anos e já participou de mundiais e Jogo Pan Americanos. Esse ano entretanto, Priscilla não soma bons resultados no Circuito Mundial e entrará nos Jogos como 20ª colocada.

priscina carnaval bmx

PALPITE DO GUIA:

Ouro Mariana Pajon (Colômbia)

Prata: Alise Post (EUA)

bronze:Caroline Buchaman (Austrália)

Brasil: Como serão apenas 16 participantes, a prova já começa nas semifinais. Para Priscilla, avançar para a final será tarefa complicada.



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.