GUIA RIO 2016 TORCEDORES.COM – SAIBA TUDO SOBRE O LEVANTAMENTO DE PESO

O Torcedores.com continua seu especial para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 que conta um pouco da história de cada esporte olímpico, algumas curiosidades para você contar por aí, além de informar os favoritos das provas e quem são os brasileiros nelas. Falaremos um pouco do Levantamento de Peso, um dos esportes em que o Brasil pode surpreender

LEIA O GUIA RIO 2016 DE OUTROS ESPORTES:
ATLETISMO, BADMINTONBASQUETE MASCULINO, BASQUETE FEMININO, BOXECANOAGEM VELOCIDADECANOAGEM SLALOM, CICLISMO BMX, CICLISMO ESTRADA, CICLISMO MOUNTAIN BIKE, CICLISMO PISTA,  ESGRIMAFUTEBOL MASCULINOFUTEBOL FEMININO, GINÁSTICA ARTÍSTICA, GINÁSTICA RÍTMICA, GINÁSTICA DE TRAMPOLIM, GOLFEHANDEBOLHIPISMO, JUDÔ, LEVANTAMENTO DE PESO, LUTA, MARATONA AQUÁTICA, NADO SINCRONIZADO, NATAÇÃO, PENTATLO MODERNOPOLO AQUÁTICO, REMORUGBY DE SETE, SALTOS ORNAMENTAIS,TAEKWONDOTÊNISTÊNIS DE MESA,TIRO COM ARCOTIRO ESPORTIVO, TRIATLO, VELAVÔLEI FEMININO,  VÔLEI MASCULINOVÔLEI DE PRAIA

 

VOCÊ SABIA?

  • Que o cinto que os atletas usam serve para evitar o risco de lesões?
  • Que o nome mais longo de um campeão olímpico é do Levantamento de Peso? A campeã em 2008 Prapawadee Jaroenrattanatarakoon tem 21 letras no nome
  • Que no início das disputas, não havia categorias de peso? Elas só foram estabelecidas em 1920.
  • Que se dois atletas levantam o mesmo peso, a vitória fica com aquele que for mais leve?

 

COMO FUNCIONA A DISPUTA?

  • São duas provas: Arranque e Arremesso. No arranque, os atletas devem  inclinar o corpo por baixo do peso e levantá-lo rapidamente sobre a cabeça, sem nenhuma pausa durante o movimento. No arremesso, o movimento é feito em dois tempos. Primeiro, o peso é levantado até o peito. Depois, com um único movimento, eleva-se a barra acima da cabeça, com os braços totalmente esticados. Cada atleta tem três chances de fazer o movimento em cada uma das duas provas. Ganha o atleta que levantar mais peso na soma das duas provas,  Em caso de empate na soma dos pesos, ganha o atleta que tiver menor massa corporal.

rio levantamento de peso

O Brasil no masculino será representado por 3 atletas nas categorias mais pesadas. Sendo assim, vamos começar por elas:

MASCULINO

+105kgs

HISTÓRICO: A categoria entrou para o programa olímpico em 1972 e tem ainda a União Soviética como grande vencedora. De 1972 até 1992, só deu União Soviética e as Alemanhas Ocidental e Oriental. Alemanha e Rússia mantem a tradição, mas a grande potência do século XXI é o Irã. Letônia e Bulgária também tem destaque atualmente

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Sem os russos dopados, a categoria ficou mais equilibrada. Lasha Talakhadaze, da Geórgia, não  disputou os Jogos de Londres e nem os Mundiais de 2013 e 2014. No de 2015, chegou já levantando 454kg e ficou com o ouro. O campeão de Londres 2012 Behdad Salami, do Irã, ficou com a prata em 2014, não disputou em 2015 e chega ao Rio querendo repetir o título de quatro anos atrás. Uma boa aposta é  Mart Seim, da Estônia, vice-campeão mundial em 2015 e quarto lugar em 2014. O egípcio Mohamed Ihsan foi um dos poucos que disputaram os três mundiais do ciclo, sempre tendo boas colocações: 4º em 2013, bronze em 2014 e 8º em 2015. O quinto nome, não por coincidência, é Yaheni Zharnesk, da Bielorrússia. Nos 3 mundiais do ciclo, ficou em quinto em todos eles.

 

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Lasha Talakhadaze (Georgia) – campeão mundial 2015, líder do ranking 2016.

Mart Steim (Estônia) – vice-campeão mundial 2015, 4º  colocado em 2014

Behdad Salimi (Irã) – vice-campeão mundial 2014, campeão em Londres 2012

Mohamed Ihsan (Egito) – 3º colocado no mundial 2014, 4º em 2013

Gor Minasyan (Armênia) – 3º colocado no mundial 2015, vice líder do ranking 2016

Bahdor Moulaei (Irã) – vice-campeão mundial em 2013

Chen Shih-chieh (Taipei) – 4º no mundial 2015, 3º no ranking 2016

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

fernando reis levantamento de peso

Fernando Reis (foto) é a maior esperança de medalhas do Levantamento de Peso. O paulista de 26 anos apareceu para o esporte em 2011, quando faturou o ouro no Pan de Guadalajara. Em Londres 2012, foi 12º  levantando 400kg. No Mundial 2013 foi 7º com 410kg. Em 2014, 9º com 420kg. Em 2015, venceu o bicampeonato no Pan com 427kg e ficou em 10º no Mundial com 425 kgs.

Como percebe-se, há uma evolução, mas não ainda o suficiente para conquistar a medalha. Fernando está no bolo dos que podem surpreender, até porque a categoria é bem equilibrada. Veja o quanto Fernando precisa levantar se quiser conquistar abaixo:

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos:

Ano ouro prata Bronze
2015 454 438 437
2014 462 457 436
2013 464 458 430
2012 455 449 448
média 458,75 450,5 437,75

 

Fernando levantou 425kg em 2015, sendo 195kg no arranque e 230kg no arremesso. Precisa, portanto, de mais 15kg para brigar por medalhas. Nos últimos mundiais, apenas 3 atletas que estarão no Rio conseguiram levantar 440kg ou mais.  Um bom modo de conseguir isso é alcançando 200kg no arranque e 240kg, números 5kg e 10kg maiores do que os que teve em 2015.

As chances de medalha são médias, mas como Fernando vem evoluindo ano após ano, como os russos foram banidos e como poucos atletas costumam passar dos 440, apostamos que ele conseguirá uma inédita medalha para o Brasil.

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Lasha Talakhadaze (Georgia)

Prata: Behdad Salimi (Irã)

Bronze: Fernando Reis (Brasil) 439kg

 

MASCULINO

105kgs

HISTÓRICO: A categoria entrou para o programa olímpico em 1920 e até hoje ninguém conseguiu igualar os incríveis 7 ouros conquistados pela União Soviética. Dos países atuais, a Ucrânia, ex-república soviética, é a que mais se destaca desde 1992. Irã, Bielorrússia, Rússia e Polônia tem feito boas participações nas últimas edições olímpicas .

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Essa é uma categoria que deve ter uma boa briga entre atletas dos países rivais terminados em “ão”. O atual campeão mundial Alexsandr Zaichikov (foto), do Cazaquistão deve ser incomodado por Ruslan Nurudinov, do Uzbequistão, com vantagem para o cazaque. Polônia, Letônia e Irã também chegam forte.

 Alexandr levantamento de peso

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Alexandr Zaichikov (Cazaquistão) – campeão mundial 2015

Ruslan Nurudinov (Uzbequistão) – campeão mundial em 2013 e vice-campeão em 2014

Bartlomiej Bonk (Polônia) – terceiro colocado em Londres 2012 e no mundial 2013

Arturs Piesnieks (Letônia) – terceiro colocado no mundial 2015, vice-líder do ranking 2016

Simon Martirosyan (Armênia) – 5º no mundial 2015, terceiro do ranking 2016

Mohammad Reza Barari (Irã) – 4º no Mundial 2014, líder do ranking 2016

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

mateus lev peso

Mateus Gregório, 23 anos, representará o Brasil. Seu melhor resultado foi uma medalha de prata no Pan de Toronto 2015. Mateus disputou os 3 mundiais no ciclo ficando em 15º em 2013 e 20º em 2014. Em 2015, não conseguiu levantar nas 3 tentativas os 170kgs que precisava. Se dos 15 conseguir ficar entre os 10, já será um ótimo resultado. As chances de medalha são baixas

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Alexandr Zaichikov (Cazaquistão)

Prata: Ruslan Nurudinov (Uzbequistão)

Bronze: Simon Martirosyan (Armênia)

 AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

A média das 4 últimas medalhas de ouro distribuídas em mundial e em Londres 2012  (421 em 2015, 432 em 2014, 425 em 2013 e 412 em 2012) é 422,5. Esse número pode render a medalha de ouro, dependendo do nível da prova.  Para conquistar o bronze, a média é 411,5 (dependendo do nível da prova). O recorde mundial é do cazaque Ilya Ilyin: 437kgs,

 

MASCULINO

85kgs

HISTÓRICO: A categoria é uma das mais antigas do levantamento de peso e entrou para o programa em 1920. Ninguém ainda conseguiu os sete ouros da União Soviética conquistados entre 1952 e 1988. Dos países que ainda existem, a Grécia é a que mais se aproxima disto, muito em virtude do tricampeonato do atleta Pyrros Dimas de 1992 até 2000. Ele tem ainda tem um bronze em 2004. Nos últimos anos, Polônia, China, Bielorrússia e Armênia cresceram muito

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Uma das categorias mais afetadas pelo banimento da Rússia por conta dos escândalos de dopping. O país havia conquistado 5 medalhas das 9 distribuídas nos últimos 3 mundiais, sendo duas delas de ouro.  Como o búlgaro Ivan Markov, vice-campeão em 2014 e 2013, não vai disputar, o único medalhista em mundiais do último ciclo presente no Rio será o iraniano Kianoush Rostami (foto), campeão em 2014 e vice em 2015 e que parece estar bem à frente dos rivais que sobraram. A briga por prata e bronze deve ser bem acirrada entre Ucrânia, Romênia, Bielorrússia, Uzbequistão e França

ira levantamento de peso 

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Kianoush Rostami (Irã) – campeão mundial em 2014, vice-campeão em 2015, líder do ranking 2016. Todas as outras medalhas do período foram para Rússia ou para o Búlgaro que não vem ao Rio.

Oleksandr Pielieshenko (Ucrânia) – quarto no ranking mundial, quarto no mundial 2015

Gabriel Sincraian (Romênia) – quinto no mundial 2015. Perdeu por 1 kg para o Ucaiano

Ulugubek Alimov (Uzbequistão) – quarto no mundial 2014, oitavo em 2015

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

Welisson Silva (foto), mineiro de 32 anos, representa o Brasil. Foi campeão do Pan de Toronto, onde o nível dos atletas é um pouco inferior. No Mundial 2015, ficou em 21º. Disputou a Olimpíada de 2008 em outra categoria e acabou em 18º. Se terminar entre os 10 primeiros, seria um grande resultado. As chances de medalha são baixas

brasileiro lev peso

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Kianoush Rostami (Irã)

prata: Ulugubek Alimov (Uzbequistão)

bronze:  Oleksandr Pielieshenko (Ucrânia)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012.

Nesta categoria, os números vão se alterar, pois os russos e o iraniano levantam bem mais peso que os demais.  A diferença do iraniano para o ucraniano em 2015 foi de quase 20kg. O ouro deve ficar por volta de 385, enquanto que a prata com 380 (com os russos, esse número dificilmente daria medalhas). O bronze deve girar em torno de 375.

 

MASCULINO

94kgs

HISTÓRICO: A categoria entrou para o programa olímpico em 1952 e é de domínio russo. A União Soviética faturou 5 ouros até 1988. A Rússia manteve a tradição, conseguiu mais dois ouros e tem um total de 5 das últimas 15 medalhas entregues. Polônia e Cazaquistão cresceram desde 2000, com os cazaques conseguindo os dois últimos títulos.

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Sem Rússia e sem o bicampeão Illya Ilyin (Cazaquistão), banidos por dopping, a categoria fica equilibrada. Ninguém se destacou mais que os rivais e geralmente os atletas levantam pesos mais ou menos semelhantes. Deve levar quem estiver melhor no dia. O bielorrusso campeão mundial de 2015 Vadzim Straltsou (foto) foi o mais regular e leva um pouco de vantagem. A Polônia possui dois irmãos que devem brigar pelo pódio. Ucrânia, Irã e Lituânia também estão bem. O Egito pode surpreender

 bielorruisa 94 levantamento de peso

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIAIS PARTICIPANTES:

Vadzim Straltsou (Bielorrússia) – campeão mundial 2015, terceiro colocado em 2014

Adrian Zielinski (Polônia) – vice-campeão mundial 2015

Dmytro Chumak (Ucrânia) – terceiro colocado no mundial 2015

Aurimas Didzbalis (Lituânia) –  terceiro colocado no mundial 2014, quinto no ranking 2016

Sohrab Moradi (Irã) – líder do ranking 2016

Tomasz Bernard Zielinski (Polônia) –  vice-líder do ranking 2016

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Vadzim Straltsou (Bielorrússia)

Prata: Adrian Zielinski (Polônia)

Bronze: Tomasz Bernard Zielinski (Polônia)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar o atleta terá que levantar pelo menos mais de 405kgs (dependendo do nível da prova). O recorde mundial é do cazaque Ilyia Ilin: 418kgs, do Mundial 2013

A média das 3 últimas medalhas de bronze foi 393, mas tudo dependerá do nível da prova. 393 é um bom número para medalhar.

MASCULINO

77kgs

HISTÓRICO: A categoria é uma das mais antigas do levantamento de peso e entrou para o programa em 1920. A Bulgária é a maior vencedora com quatro títulos, muito em virtude de um grande domínio de 1970 até 1990. Os países do Leste Europeu perderam força nos anos 1990 e viram asiáticos (Coreias do Sul e Norte + China) e Cuba crescerem bastante. Grécia, Turquia e Armênia também são grandes nomes do século XXI.

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Essa categoria deve ter uma boa briga entre China e Cazaquistão. De um lado Lu Xiaojun, atual campeão olímpico, tricampeão mundial e detentor do recorde mundial da categoria. Do outro, Nijat Rahimov (foto) campeão mundial em 2015, terceiro em 2014 e que tem tido melhores resultados. A Armênia possui o líder do ranking mundial 2016 e o Egito tem o vice-campeão mundial 2015. Olho ainda no atleta da Indonésia, detentor de duas medalhas olímpicas em outras categorias de peso. Abaixo, os melhores resultados dos atletas no último ciclo

 nihat cazaquistao levantamento de peso

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Nijat Rahimov (Cazaquistão) – campeão mundial 2015, terceiro colocado em 2014

Lu Xiaojun (China)  – campeão mundial 2013 e em Londres 2012,  quarto no ranking 2016

Andranik Karapetyian (Armênia) líder do ranking mundial 2016, terceiro colocado no Mundial 2015, prata no arranque no mundial 2015

Mohamed Ihab (Egito) – vice-campeão mundial 2015

Dumutriu Captari (Romênia) – 3º no ranking

Tryatno (Indonésia) – vice-campeão nos 66kg em Londres 2012

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Lu Xiaojun (China)

prata: Nijat Rahimov (Cazaquistão)

bronze:  Andranik Karapetyian (Armênia)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar o atleta terá que levantar pelo menos mais de 346kgs (dependendo do nível da prova). O recorde mundial é do chinês Lu Xiaojun : 380kgs, do Mundial 2013

Para conquistar no mínimo um bronze, o atleta terá que levantar entre 356 e 360 kgs (dependendo do nível da prova)

 

MASCULINO

69kgs

HISTÓRICO: A categoria é uma das mais antigas do levantamento de peso e entrou para o programa em 1920. Recentemente, a China conseguiu igualar os 4 ouros que a União Soviética teve no século passado. De 2000 pra cá, os chineses tomaram o lugar da Bulgária de maior potência e tem 3 títulos consecutivos. Armênia, Romênia e Indonésia cresceram muito nos últimos anos.

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Mais uma prova em que a China é favorita. Shi Zhiyong Shi (foto) foi campeão em Atenas 2004 na categoria 62kgs e chega como principal candidato a medalha nos 69kgs, mesmo doze anos mais velho. Mostrou que não perdeu a forma ao vencer o Mundial de 2015. Sua tarefa ficou um pouco mais fácil após o banimento da Rússia por conta dos escândalos de dopping, já que o atleta russo foi o segundo melhor nas duas últimas temporadas. O norte coreano Kim Myong Hyok foi o mais regular durante os três anos. México, Colômbia e Turquia podem surpreender.

 china 69 levantamento de peso

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Kim Myong Hyok (Coréia do Norte) – terceiro colocado nos mundiais 2013 e 2014 e 4º em 2015, prata no arremesso no mundial 2015

Daniyar Ismayilov (Turquia)  – terceiro colocado no mundial 2015, quarto no ranking 2016

Bredni Roque (México) vice-líder do ranking mundial 2016, bronze no arremesso no mundial 2015 6º colocado no geral

Luis Javier Mosquera (Colômbia) – quarto no ranking 2016

Karem Ben Hnia- Tunísia:  5º no mundial 2015

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Kim Myong-Hyok (Coreia do Norte)

prata: Shi Zhiyong (China)

bronze:  Bredni Roque (México)

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar o atleta terá que levantar pelo menos mais de 346kgs (dependendo do nível da prova). O recorde mundial é do chinês Liao Hui: 359kgs, do Mundial 2014

Para conquistar no mínimo um bronze, o atleta terá que levantar por volta de 315 kgs (dependendo do nível da prova)

 

MASCULINO

62kgs

HISTÓRICO: A prova é uma das mais antigas do programa olímpico do levantamento de peso e é disputada desde 1920. A Turquia é a maior vencedora, com 3 títulos. Desde 2000, a China cresceu muito e é a atual bicampeã da categoria. Colômbia, Indonésia e Venezuela também são potências no século XXI

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Nos últimos dois pódios olímpicos, as medalhas de prata e bronze ficaram duas vezes com Colômbia e a Indonésia. Os dois países permanecem fortes no ciclo e foram os que tiveram resultados mais expressivos ao lado da favorita China. A Colômbia tenta desbancar o chinês Chen Lijun, atual campão mundial com direito a recorde, com seus dois atletas que foram prata e bronze no mundial 2015: Oscar Figueroa (foto) e Francisco Valencia.  Como a Rússia foi banida por dopping e a atual campeão olímpico da Coreia do Norte não conseguiu classificação, as medalhas devem ficar entre esses países com Stanislau Chadovich, da Bielorrússia, tentando surpreender.Abaixo, uma lista com os melhores resultados dos atletas no ciclo

cordoba levantamento de peso

 MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Chen Lijun (China) –  campeão mundial 2015 e 2013, quarto no ranking mundial 2016 e atual campeão olímpico, detentor do recorde mundial

Francisco Mosquera (Colômbia) – vice-campeão mundial 2015, vice-líder do ranking 2016 e terceiro colocado na final da copa do mundo em 2013

Oscar Figueroa (Colômbia) – vice-campeão mundial 2014, terceiro colocado em 2013, vice-campeão em Londres 2012

Eko Yuli Irawan (Indonésia) – vice-campeão mundial 2014, terceiro em Londres 2012

Muhhamad Hasbi (Indonésia) – bronze no arremesso no mundial 2014

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Chen Lijun (China)

prata: Francisco Mosquera (Colômbia)

bronze: Oscar Figueroa (Colômbia)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso, e que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar o atleta terá que levantar entre 324 e 327 kgs (dependendo do nível da prova). O recorde mundial é do chinês Chen Lijun: 333kgs

Para conquistar no mínimo um bronze, o atleta terá que levantar por volta de 315 kgs (dependendo do nível da prova)

 

56kgs

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 1948 e tem Estados Unidos e China como maiores vencedores: 3 títulos paa cada. De 1984, a China não ficou de fora do pódio nenhuma vez e é a maior potência. Turquia, Grécia, Vietnã, Azerbaijão, Coreia do Sul e Coreia do Norte possuem bons resultados nos últimos anos.

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

O atual campeão olímpico em Londres 2012 Om Yun Chol (foto), da Coreia do Norte, é o grande favorito a conquistar o bicampeonato. Desde o título olímpico em Londres 2012, venceu todos os três mundiais que disputou. O vietnamita Tchach Kim foi o segundo mais regular no ciclo e o que mais conseguiu medalhas em mundiais, ainda que não de ouro. A China, tradicionalíssima na categoria, enviou diferentes atletas aos mundiais e todos medalharam. Fique atento ainda ao atleta de Filipinas e Cazaquistão, que conseguiram surpreender os favoritos no arranque.

 om um levantamento de peso

MELHORES RESULTADOS NO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO DOS PRINCIPAIS PARTICIPANTES:

Om Yum Chol (Coreia do Norte) –  campeão mundial 2015, 2014, 2013 e em Londres 2012

Thach im Tuán (Vietnã) – terceiro colocado no mundial 2015 e 2103, vice-campeão mundial em 2014

Nestor Colonia (Filipinas) – bronze no arremesso no mundial 2015, quarto do ranking 2016

Arli Chontey (Cazaquistão) – prata no arranque no mundial 2015

Sinphet Kruathong (Tailândia) – vice-líder do ranking 2016

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Om Yun-Chol (Coreia do Norte)

Prata: Thack Kim Tuan

bronze:  Nestor Garcia (Filipinas )

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso. E que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar de 295 até 300kgs. O recorde mundial é de 305kgs

Para conquistar no mínimo um bronze, o atleta terá que levantar mais ou menos 287 kgs (dependendo do nível da prova)

 

LEVANTAMENTO DE PESO FEMININO

O levantamento de peso feminino entrou para o programa olímpico apenas em 2000 e é dominado pelos países asiáticos, especialmente pela China. A Disputa ocorre do mesmo modo que no masculino. Existe uma regra que limita cada país a levar somente 4 atletas. Isso prejudica muito a China, país que domina o levantamento de peso feminino.

 

48kgs FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000. Eua e Turquia ganharam as duas primeiras medalhas de ouro e a China as outras duas.não ficou de fora do pódio nenhuma vez e é a maior potência. Coreia do Norte, Tailândia, Japão, Taipei e Indonésia tem as outras medalhas.

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Das 15 atletas que disputam os Jogos da Rio 2016, a vietnamita Vuong Ghi Huyen, vice-campeã mundial, chega como favorita já que a campeã chinesa não estará. A mais experiente das competidoras é a japonesa Hiromi Miyake, vice-campeã em Londres e terceira colocada no mundial 2015. Elas são as duas únicas medalhistas de mundial do ciclo que disputarão os Jogos Olho ainda na chinesa, que apesar de não ter tido nenhum titulo, foi a segunda do ranking em 2015

 vietna levantamento de peso mina

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes nesta prova

 

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Hirome Miyake (Japão)

Prata: Vuong Huyen (Vietnã)

Bronze: Zhihui- Hou (China)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso. E que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, o atleta terá que levantar por volta de 196kg O recorde mundial é de 305kgs

Para conquistar no mínimo um bronze, a atleta terá que levantar de 189 a 191 (dependendo do nível da prova)

 

53kgs FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000. A China tem um ouro, a Tailândia dois e o Cazaquistão tem o último. A Colombiana Mabel Mosquera é a única não asiática a conquistar uma medalha na prova

 

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

São apenas 10 atletas na disputa. A atual campeã olímpica e mundial Hsu Shu-Ching, de Taipei, é a favorita a conquistar o bicampeonato olímpico. Além do título em 2015, foi vice-campeã em 2014 e não disputou em 2013, quando a chinesa Li Yajun foi campeã. Hidilyn Diaz, das Filipinas, é uma cotada para medalhar após ter sido terceira colocada no mundial 2015. Nenhuma das outras sete atletas tem grandes resultados.

hsu shu-ching levantamento de peso

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

Rosane dos Reis Santos (foto) é uma das duas brasileiras que representarão o Brasil no levantamento de peso. Rosane conseguiu como melhor resultado um décimo lugar no mundial 2013. Em 2014 foi mal e em 2015 não disputou. Para sonhar com uma medalha de bronze, a brasileira teria que levantar no mínimo 210kg, número muito acida do que ela conseguiu em 2013 (183kg).As chances de medalha são baixas

rosane levantamento de peso

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Hirome Miyake (Japão)

Prata: Vuong Huyen (Vietnã)

Bronze: Zhihui- Hou (China)

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso. E que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais e dos Jogos Olímpicos de 2012, veremos que:

Para conquistar o ouro, a atleta terá que levantar por volta de 220kg O recorde mundial é de 305kgs

Para conquistar no mínimo um bronze, a atleta terá que levantar de 210 a 215kg (dependendo do nível da prova)

 

58kgs FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000. O México venceu a primeira vez e de 2004 em diante só deu China.A Tailândia tem 4 medalhas, mas nenhuma de ouro. Logo em seguida, vem a Coreia do Norte, com 3.

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Sem russas, sem chinesas e sem nenhuma das 3 campeãs mundiais do último ciclo nem a campeã de Londres 2012 presentes, a categoria promete ser bem disputada. Das medalhistas do Mundial 2015, apenas Kuo Hsing-chun, de Taipei, estará no Rio. A quarta, quinta, sexta e sétima colocadas respectivamente de Tailândia, Colômbia, Equador e Japão prometem fazer uma boa disputa pelas medalhas.

TAIPEI 58 LEVANTAMENTO DE PESO

MELHORES RESULTADOS DO ÚLTIMO CICLO OLÍMPICO:

Kuo Hsing-chun (Taipei) – terceira colocada no Mundial 2015

Alexandra  Escobar Guerrero (Equador) – vice-campeã mundial 2013, sexta colocada no mundial 2015

Pimsiri Sirikaew (Tailândia)vice-campeã em Londres 2012, quarta no Mundial 2015

Sukanya Srisurat (Tailândia) – terceira colocada no mundial 2014

Lina Rivas Ordonez (Colômbia) – quinta no mundial 2015

Mikiko Ando (Japão) – sétima no mundial 2015

 

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes na prova

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Sukanya Srisurat (Tailândia)

Prata: Vuong Huyen (Vietnã)

Bronze: Alexandra  Escobar Guerrero (Equador)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso. E que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais apenas das atletas que estarão no Rio veremos que:

Para conquistar o ouro, a atleta terá que levantar por volta de 235kg ou mais  O recorde mundial é de 252kgs

Para conquistar no mínimo um bronze, a atleta terá que levantar de 220 a 225kg (dependendo do nível da prova)

 

63kg FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000 e tem 4 vencedoras diferentes: China, Ucrânia, Coreia do Norte e Cazaquistão. Apenas cazaques e bielorrussos possuem duas medalhas.

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Nessa categoria, a medalha é facilmente previsível. A chinesa Deng Wei é bicampeã mundial e sua maior adversária, russa, está proibida de vir ao Rio por conta de dopping. Das 16 atletas participantes do ciclo, a segunda melhor é a norte-coreana Hyo SIm Choe, terceira colocada no Mundial 2015 e 2014. Karina Goricheva (Cazaquistão) e  Lin Tz-chi (Taipei) ficaram empatadas no mundial 2015 e no mundial 2014 e devem brigar pelo bronze.

deng wei

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes na prova

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Deng Wei (China)

Prata:Hyo SIm Choe (Coreia do Norte)

Bronze:Karina Goricheva (Cazaquistão)

 

AJUDA PARA TORCER

Ao torcer, lembre-se que o Levantamento de peso é dividido em duas partes: Arranque e Arremesso. E que o maior peso levantado nos dois é somado. Se analisarmos os números dos últimos 3 mundiais apenas das atletas que estarão no Rio veremos que:

Para conquistar o ouro, a atleta terá que levantar por volta de 250kg ou mais  O recorde mundial é de 261kg

Para conquistar no mínimo um bronze, a atleta terá que levantar de 243 a 246kg (dependendo do nível da prova)

 

69kg FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000. A China venceu as três primeiras edições e a Coreia do Norte a última. A Hungria tem duas medalhas de prata.

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

A chinesa Xiang Yanmei venceu 2 dos 3 títulos mundiais do ciclo e é a favorita ao ouro. Só não venceu em 2014, quando não participou, mas a norte-coreana campeã daquele ano não estará na Rio 2016. A prata deve ficar com Xhazira Zhapparkl, do Cazaquistão, vice-campeã mundial em 2014 e 2015 e a espera de um vacilo da chinesa. A medalha de bronze está totalmente em aberta.

china sei la levantamento de peso

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

O Brasil não tem representantes na prova

PALPITE DO GUIA:

Ouro: XIang Yanmei (China)

Prata:Xhazira Zhapparkl(Cazaquistão)

Bronze:Leidy Solis (Colômbia)

 

75kg FEMININO

HISTÓRICO: A categoria estreou em Jogos Olímpicos em 2000.Quatro países conquistaram amedalha de ouro: Colômbia, Tailândia, China e Cazaquistão ficaram com as medalhas de ouro. Apenas a Rússia tem mais de uma medalha na categoria

QUEM CHEGA FORTE AO RIO:

Sem a presença da Rússia por conta do dopping e sem a presença de uma atleta chinesa, o caminho fica fácil para a norte-coreana Rim Jong-Sim (foto). Das 15 presentes, ela foi a única que medalhou duas vezes em campeonatos mundiais e também é campeã olímpica em outra categoria. A prata deve ficar com a espanhola Lídia Valentin, terceira colocada no mundial 2013 e quarta colocada em duas oportunidades. O bronze está totalmente em aberto.

norte coreana

QUEM REPRESENTA O BRASIL E QUAIS SUAS CHANCES?

A brasileira Jaqueline Ferreira (foto) representará o Brasil na prova. Ela esteve em Londres e em todos os mundiais no ciclo. Sua melhor colocação foi um oitavo lugar em Londres 2012.Nos 3 mundiais, ficou duas vezes em décimo lugar, sempre levantando em torno de 230kg. Para sonhar com medalha, precisaria levantar pelo menos mais 40kgs, o que pelo desempenho nos quatro anos, parece muito difícil de acontecer. As chances de medalha são baixas

jaqueline levantamento de peso

PALPITE DO GUIA:

Ouro: Rim Jong-Sim (Coreia do Norte)

Prata:Lidia Valentin (Espanha)

Bronze:Jenny Arthur (EUA)

 



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.