Palmeiras: Após acrobacia em gol, Vitor Hugo diz que colega vai “pagar multa”

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Autor do gol na vitória do Palmeiras sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, em Curitiba, no último domingo (14), o zagueiro Vitor Hugo voltou a comemorar o tento com suas famosas acrobacias, dignas de um atleta de ginástica olímpica, mas que chegaram a ser proibidas pela direção do Verdão, pelo risco de lesão que pode acarretar ao atleta.

LEIA MAIS:

VEJA O QUE OS COMENTARISTAS FALARAM SOBRE A VITÓRIA PALMEIRENSE CONTRA O ATLÉTICO-PR
MERCADO DA BOLA: VITOR HUGO ADMITE PROPOSTA PARA DEIXAR O VERDÃO

O zagueiro do Palmeiras, no entanto, não conseguiu se segurar ao marcar seu 12º tento com a camisa alviverde e voltou a cometer a infração nas regras do clube.

A comemoração já é clássica, faz um tempo que faço ela. Fui meio barrado por risco de lesão. Falaram que iam multar… No grupo do WhatsApp [dos jogadores] o Alecsandro até brincou: ‘Pode deixar que a sua multa eu pago’“, disse Vitor Hugo em entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta segunda-feira.

Artilheiro na história do Verdão

Com o gol marcado na Arena da Baixada, Vitor Hugo entrou na seleta lista dos dez maiores zagueiros-artilheiros do clube. O camisa 4 marcou seu 12º gol com a camisa do Palmeiras e igualou a marca de Leonardo, beque do Verdão no início dos anos 2000, o décimo na lista.

O primeiro colocado é o lendário Luis Pereira, com 35 gols, que defendeu o alviverde entre os anos de 1968 e 1974, e depois entre 1981 e 1984. Na sequência aparecem os ex-jogadores Loschiavo, com 31 gols, e Vágner Bacharel, com 22.

Vitor Hugo falou sobre a facilidade que tem em marcar gols. “É o posicionamento, a ajuda dos companheiros também. Falei para o Thiago Martins me dar a mão que eu ia fazer o gol. Na comemoração eu disse: ‘Falei que ia fazer’. O Dudu bateu muito bem e foi feliz. Fazia tempo, consegui fazer, trouxe a cambalhota de volta e deu sorte“, afirmou o jogador.