Prass projeta retorno ‘em alto nível’ após cirurgia e agradece torcida

Fernando Prass
Crédito da foto: César Greco/ Divulgação/ Ag.Palmeiras

Fernando Prass já está em São Paulo depois de ser cortado da Seleção Brasileira Olímpica devido a um problema no cotovelo. O atleta deve fazer nos próximos dias uma cirurgia no local e espera por voltar aos campos mostrando o mesmo futebol que o levou ao status de ídolo do Palmeiras.

LEIA MAIS

Treinador do Palmeiras fala sobre possibilidade de já substituir Vagner no gol

Palmeiras: Prass será operado na quarta-feira e deve voltar a jogar só em 2017

Cuca admite que ofertas “mexeram” com jogadores do Palmeiras

Para se apoiar em seu desejo, o goleiro palmeirense se lembrou de 2014, quando ficou fora de boa parte daquela temporada devido a uma lesão semelhante e seu retorno no ano seguinte, quando virou destaque da conquista da Copa do Brasil.

“Tenho que trabalhar minha cabeça, pensar em coisas boas e visualizar aquele 2 de dezembro de 2015, a final da Copa do Brasil, a homenagem que a torcida fez para mim com mosaico e fazer o que fiz em 2014. Vou trabalhar muito nesse período afastado dos gramados, não podendo utilizar o braço, para poder me condicionar fisicamente. 2015 é a prova disso, foi um dos meus melhores anos, justamente depois de fazer uma cirurgia esse trabalho especial com o pessoal do Palmeiras. Esse tempo vai servir para isso também, para voltar fisicamente ‘voando'”, declarou Prass em um comunicado de sua assessoria de imprensa, segundo o Globoesporte.com

O sonho de jogar pela Seleção Brasileira, mesmo com a decepção do corte, permanece vivo para o goleiro do Verdão, que projeta que seu retorno aos gramados pode lhe dar mais uma chance de jogar com a camisa brasileira.

“Esse é um momento difícil que estou passando, mas acontece com qualquer jogador. Vinha em um momento muito bom pelo Palmeiras, cheguei à Seleção quando muitos nem acreditavam mais. Agora, é focar na minha recuperação. E, por que não? – chegar à Seleção com 39 ou 40 anos. O mais difícil eu já consegui, que foi chegar em uma seleção olímpica com 38 anos”, ressaltou Fernando Prass.

“Vou utilizar esse tempo da melhor forma possível para poder pagar essa dívida que o carinho que a torcida do Palmeiras está tendo por mim. O carinho que tive foi sensacional. Isto está sendo um dos motivos que estão me deixando, apesar dessa situação, muito animado para voltar o quanto antes e retribuir esse carinho”, finalizou o goleiro.

(Crédito da foto: César Greco/ Divulgação/ Ag.Palmeiras)