Presidente do Botafogo revela falta de ética do São Paulo

Botafogo
Crédito de imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

O presidente do Botafogo Carlos Eduardo Pereira concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Jorge Nicola, da ESPN e do Yahoo, e falou sobre a saída de Ricardo Gomes, que aceitou retornar ao São Paulo, e também sobre as expectativas acerca do trabalho de Jair Ventura, o escolhido para substitui-lo.

LEIA MAIS:
TITE FARÁ AMANHÃ SUA 1ª CONVOCAÇÃO PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA
CICLISTAS BRITÂNICOS SE PERDEM NO RIO DE JANEIRO A CAMINHO DE TREINO
VÍDEO: APÓS SER CAMPEÃO, MARCELO EMOCIONA TORCEDOR MIRIM
MEDALHA DE OURO NA NATAÇÃO DESABAFA: “QUERIA VER MAIS MENINAS NEGRAS AQUI”
VEJA PAIS E FILHOS QUE CHEGARAM A TRABALHAR JUNTOS NO ESPORTE

Perguntado se o Tricolor Paulista fez algum contato com o Alvinegro sobre Ricardo Gomes, CEP não poupou críticas à diretoria são-paulina:

“Não houve qualquer contato do São Paulo com a gente. Acho que o Leco poderia ter me ligado, mas já não me espanto com nada no futebol, sabia?” – disse o mandatário alvinegro que também falou sobre a falta de multa para a saída de Ricardo Gomes e também dos reforços – “Nós, do Botafogo, entendemos que não seria bom criar essa multa. Colocamos todas as contas do clube em dia, está todo rigorosamente em dia em relação a salários, FGTS e tudo mais. O Ricardo nunca me indicou ou fez pedido de qualquer jogador. Não havia qualquer compromisso nosso em relação a isso”.

Crédito de imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.