Segunda é decisiva e dourada para o Brasil nos Jogos Olímpicos

Ouro em Londres 2012, Arthur Zanetti é favorito ao bi na prova das argolas da ginástica artística (Foto: Getty Images/Ezra Shaw)

A torcida do Brasil terá um dia decisivo nesta segunda de Olimpíadas. Vários esportes merecem sua torcida por melhor colocação. Uma das principais esperanças do Brasil nos Jogos, o ginasta Arthur Zanetti defende o ouro conquistado em Londres 2012 na final das argolas, marcada para as 14h, na Arena Olímpica do Rio.

Leia mais:

ELES SÃO POP! VEJA ASTROS OLÍMPICOS FAVORITOS DO PÚBLICO NA WEB
OLIMPÍADAS: CONFIRA OS RESULTADOS DO ATLETISMO NO DOMINGO (14)

O Brasil com Arthur Zanetti, Poliana, Ana Marcela e Scheidt luta por medalhas nesta segunda, enquanto as seleções de basquetebol e voleibol jogam pela classificação e vôlei de praia por vaga na semifinal além da canoagem e atletismo com medalha de ouro para Thiago Braz da Silva.

Na prova feminina das maratonas aquáticas, que começa às 9h, no Forte de Copacabana, o Brasil tem chance dupla de medalha, com Poliana Okimoto, campeã mundial em 2013, e Ana Marcela Cunha, que ganhou prata e bronze nas duas últimas edições do Mundial.

Ana Marcela Cunha nada no local onde acontece a prova das maratonas aquáticas (Foto: Getty Images/Buda Mendes)
Ana Marcela Cunha nada no local onde acontece a prova das maratonas aquáticas (Foto: Getty Images/Buda Mendes)

 

Alison e Bruno Schmidt são a única esperança de medalha do Brasil no vôlei de praia masculino. A dupla pode dar um passo importante rumo ao pódio nesta segunda, na rodada das quartas de final, marcada para às 16h, em Copacabana.

Alison e Bruno Schmidt passaram por espanhois (Foto: FIVB)

 

Hoje de manhã, o Brasil conquistou importantes índices na canoagem, com Isaquias Queiroz  e Ana Paula Vergutz conseguiram classificação para a  final dos C1 1000m e semifinal  do C1 200m, respectivamente.

Essa segunda olímpica deve ser recheada de emoções para o Brasil. No atletismo, Kauiza Venancio ficou em terceiro na classificatória dos 200m feminino. “Fiz o meu melhor. Até esperava um resultado um pouco melhor, mas eu dei meu máximo e fiz um bom tempo. Infelizmente, não fiquei entre as duas”, disse ao final.

Vale sua torcida para o Brasil conquistar medalhas nesta segunda e que seja dourada. Estamos bem nas provas disputadas até aqui.



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!