“A seleção argentina é um prêmio que chega num momento seguro da minha carreira”, diz Bauza

Bauza
Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após o anuncio da saída do São Paulo para comandar a seleção da Argentina, o técnico Edgardo Bauza concedeu entrevista coletiva, nesta terça-feira (2), para falar dos motivos o levaram a aceitar o convite de treinar a seleção de seu País.

LEIA MAIS:
CUEVA PEDE DESCULPAS APÓS PROVOCAR JOGADOR DA CHAPECOENSE
MERCADO DA BOLA: BAUZA DECIDIRÁ PERMANÊNCIA DE ATACANTE NO SÃO PAULO
UNDER ARMOUR DIVULGA DETALHES DO TERCEIRO UNIFORME DO SÃO PAULO

Após o diretor-executivo de futebol do Tricolor, Gustavo Vieira de Oliveira, agradecer Patón pelo seis meses de trabalho, o treinador argentino iniciou o discurso de agradecimento ao clube lembrando das primeiras conversa para chegar ao clube.

— É difícil para mim começar a fazer os agradecimentos. A primeira pessoa que me encontrei foi Gustavo, em Quito. Falamos da equipe, do São Paulo, e logo chegamos a um acordo para começar a trabalhar. Depois, tenho que agradecer ao presidente e ao clube, que me abriram as portas para todo meu corpo técnico pudesse trabalhar. Realmente, deram todas as condições, disse.

Em uma breve avaliação de sua carreira, Bauza afirma que o convite chegou num dos melhores momentos de sua carreira de 18 anos como técnico.

— A seleção argentina é um prêmio que chega num momento seguro da minha carreira. E nisso o São Paulo tem importância. Continuarei a ter relação com esse clube mesmo estando longe. Também queria agradecer a Renê Webber e Pintado, que trabalharam junto comigo. Quero agradecer ao clube pensando em tudo que ele representa. Em seis meses, conseguimos dar uma identidade a essa equipe, destacou.

Sem fazer muita cerimônia, o agora técnico da seleção da Argentina agradeceu o carinho de torcida, imprensa e lembrou dos dias que esteve com o São Paulo na disputa da semifinal da Copa Libertadores.

— Pudemos estar entre os quatro melhores da América do Sul. Também queria agradecer ao torcedor, que esteve sempre conosco. Será um grande desafio na minha vida profissional. Foram dez dias de muita tensão. Agradeço a vocês da imprensa por toda a atenção que tiveram comigo. Voltarei para ver algum jogo da equipe, finalizou.

Bauza ainda comenda os treinos do São Paulo e irá fazer sua despedida comandando o Tricolor na partida contra o Atlético-MG, nesta quinta (4), às 19h30, no Morumbi.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.