Veja por que o São Paulo contratou Ricardo Gomes para substituir Bauza

Crédito da Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net

Nesta terça-feira (15), o técnico Ricardo Gomes volta a trabalhar no São Paulo após passar seis anos longe do clube. A apresentação do treinador será logo em seguida ao primeiro contato de Ricardo com os jogadores, no treino das 15h. A escolha do técnico para comandar o time partiu de uma análise de perfil, resultados e o próprio histórico no clube.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA 2016: SÃO PAULO PODE COMPRAR VOLANTE DO JUVENTUS DE JARAGUÁ
EM ENTREVISTA À RÁDIO ARGENTINA, PRATTO FALA SOBRE BAUZA, SELEÇÃO E QUASE IDA AO SÃO PAULO

O treinador chega para substituir Edgardo Bauza, que assumiu à Seleção da Argentina, e André Jardine, que retornará para o time Sub-20. Em anúncio da contratação no site oficial, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva lista os motivos da escolha pelo nome de Ricardo.

“Decidimos pelo Ricardo Gomes não só pela competência demonstrada em seus resultados, mas também pelo registro de uma personalidade correta. É um profissional de indiscutível liderança, o que nos dá segurança e tranquilidade sobre o trabalho que será realizado. O retorno do Ricardo ao São Paulo significa também o reconhecimento de um trabalho importante que foi desenvolvido entre 2009 e 2010”, destacou.

Ricardo Gomes assume o comando do são Paulo pela segunda vez. Na primeira passagem, entre 2009 a 2010, ele chegou para substituir Muricy Ramalho, que tinha sido tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008. O Tricolor, em 2009, brigou pelo título até a última rodada, mas o caneco ficou com o Flamengo. Ele disputou 73 partidas, sendo 38 vitórias, 15 empates e 20 derrotas, o que totaliza um aproveitamento de 58,9%.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.