6 Motivos para ir ao estádio ver Palmeiras x Coritiba

Reprodução: Palmeiras

Na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras encara logo mais o Coritiba em jogo que abre a 27° rodada da competição nacional. A bola rola no estádio Allianz Parque às 16h, cheio de motivos para não deixar de acompanhar esse jogo in loco. Veja aqui os X motivos para ir ao estádio ver o Verdão jogar:

LEIA MAIS

5 MOTIVOS PARA ACREDITAR NO TRIUNFO DO PALMEIRAS SOBRE O CORITIBA

JORNALISTA VÊ GRÊMIO COM “POSSIBILIDADE REAL” DE ELIMINAR O PALMEIRAS NA COPA DO BRASIL

Gabriel Jesus

O grande nome do time do Palmeiras é o garoto de 19 anos formado nas categorias de base do clube. Atual camisa 9 da Seleção Brasileira, Gabriel já tem contrato acertado com o Manchester City da Inglaterra ao final dessa temporada. Nessa semana, Alexandre Mattos disse que não há a possibilidade do atacante disputar a Libertadores da América em 2017, caso o Verdão se classifique. Faltam poucas rodadas para o final do campeonato e com isso, poucas oportunidades para ver a maior revelação do clube dos últimos anos. Vale o ingresso.

Vitor Hugo

Diferentemente de Gabriel Jesus, o xerifão do Palmeiras ficará no clube por muito mais tempo. Entretanto, o jogo diante do Coritiba é especial para o camisa 4. Quando a bola rolar, Vitor chegará ao seu jogo de numero 53 pelo Palmeiras dentro do  Allianz Parque, e se tornará o jogador com mais partidas na arena, ultrapassando Fernando Prass. Dos 59 jogos que a equipe fez no estádio, Vitor perdeu apenas 7, sendo que os dois primeiros aconteceram ainda em 2014, quando ele nem estava no clube. É mais uma marca importante para o atleta que busca lugar no top-10 de zagueiros-artilheiros.

Dudu

Na melhor fase de sua carreira, o atacante Dudu completará 10 partidas consecutivas como capitão da equipe. Coincidência ou não, fato é que desde que tomou a braçadeira para si, o Palmeiras ainda não foi derrotado. Desde o jogo contra o Vitória, vencido por 2 a 1 pelos alviverdes, em casa, pela 19° rodada do campeonato, foram 6 vitórias e 3 empates. Dudu não credita publicamente a boa fase com o fato de ter se tornado o capitão na ausência de Prass, mas desde que a braçadeira esteve com ele, o camisa 7 esteve mais calmo em campo, e não tem arranjado problemas com a arbitragem.

Força total

O Palmeiras terá contra o Coritiba todos os jogadores de ataque disponíveis. Com a volta de Alecssandro, após ter sido flagrado em exame antidoping, o técnico Cuca terá de quebrar a cabeça para montar o banco de reservas. Isso por que certamente a equipe titular será formada por Dudu, Gabriel Jesus e Roger Guédes (Érik). Com isso resta saber quais serão os jogadores que estarão no banco, isso se o técnico não levar todo mundo, Alecssandro pode voltar a disputar uma partida em casa, o que não acontece desde a derrota para o Atlético Mineiro. Barrios quer mostrar que está recuperado, enquanto Rafael Marques e Leandro Pereira, correm para serem os substitutos.

Casa cheia

Com a interdição do Gol Norte, onde cerca de 7 mil palmeirenses acompanham a partida, o estádio estará completamente lotado. Foram mais de 30 mil ingressos vendidos antecipadamente para o jogo de logo mais, contra o Coritiba. Na partida contra o Flamengo, a primeira com o setor interditado, a torcida deu show e não parou de cantar por um minuto. A torcida que costumava assistir aos jogos atrás do gol Norte, espalhou-se pelo estádio, contagiando o clima daqueles que preferem assistir aos jogos sentados. Festa garantida na Arena, para o Palmeiras permanecer na liderança do Campeonato Brasileiro.

Adversário amargo

Palmeiras e Coritiba estão longe de serem grandes rivais históricos. Entretanto, entre os dois alviverdes, existe um tabu, e quem leva desvantagem, é o Verdão paulista. Isso por que o Palmeiras venceu o Coritiba apenas uma vez nessa década. Desde 2011, foram 8 jogos entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro. O Palmeiras leva larga desvantagem no confronto direto. Venceu apenas um jogo, empatou 3 e perdeu em 5 oportunidades. O saldo de gols também é negativo, tendo sofrido 13 e feito apenas 6. A única vitória palmeirense aconteceu em 2014, quando no Pacaembu, o lateral esquerdo Juninho, anotou o único gol da partida. Essa será a segunda vez que o Coxa jogará no Allianz Parque. Na primeira, vitória por 2 a 0 para os paranaenses.

Foto: Reprodução Palmeiras



Estudante de jornalismo da faculdade FAPCOM, não gostava de assistir futebol até os 12 anos de idade. Mas me apaixonei perdidamente após assistir (meu primeiro jogo europeu) uma partida entre Barcelona x Sevilla em 2003. Sou daqueles que acreditam que o futebol não é apenas esporte, mas acima de tudo é paixão, religião, cultura, história e arte. Apoio o 4-3-3.