Aldo ameaça McGregor após ser deixado de lado pelo UFC e depois apaga mensagem

Reprodução/Facebook

A esperada revanche entre o irlandês Conor McGregor e o brasileiro José Aldo no UFC terá de esperar mais para acontecer. Isso porque na madrugada desta terça-feira (27) o europeu – que é o atual campeão da categoria dos penas (até 66kg) – foi anunciado como protagonista da luta principal do UFC 205, que acontecerá no Madison Square Garden, em Nova York, nos Estados Unidos, no dia 12 de novembro. Em vez de encarar o brasileiro, McGregor lutará contra o norte-americano Eddie Alvarez pelo título da divisão dos leves (70kg). Aldo, claro, não gostou nada disso e fez uma ameaça ao irlandês.

LEIA MAIS:
CONFIRMADO: UFC 205 TERÁ MCGREGOR E ALVAREZ COMO LUTA PRINCIPAL

Pelo Twitter, Aldo mandou um recado claro a McGregor. “É o que é, mas não se engane. Eu VOU te ver de novo. Indepentemente de divisão de peso ou de valer cinturão”, escreveu o brasileiro na rede social. Ele acabou a apagando o post.

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Mais cedo, a esposa de Aldo desabafou no Instagram após o duelo entre McGregor e Alvarez ter sido confirmado pelo UFC. “Não sei até quando McGregor vai fugir, mas você pra mim nunca será campeão de nada pois um verdadeiro campeão defende seu cinturão. Bom, só espero que deem o cinturão real para quem realmente sabe ser um verdadeiro campeão, José Aldo”, escreveu Vivianne Vika na rede. Ela também apagou o post.

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

A decisão de casar o embate entre Eddie Alvarez e Conor McGregor contraria, ao menos publicamente, o desejo do próprio presidente do UFC, Dana White. Na segunda-feira, o mandachuva da organização afirmou ao site “Yahoo Sports” que desejava que McGregor enfrentasse Aldo no UFC 205. E mais: que o russo Khabib Nurmagomedov seria o primeiro desafiante ao cinturão de Eddie Alvarez nos leves. Nurmagomedov, aliás, já tinha até assinado contratos para encarar Alvarez no UFC 205 e no UFC 206 (marcado para 10 de dezembro em Toronto, no Canadá).

Aldo e McGregor se enfrentaram na luta principal do UFC 194, em dezembro do ano passado. Na ocasião, o irlandês nocauteou o brasileiro em apenas 13 segundos de luta e se tornou o novo campeão dos penas.

Desde então, o “Notório” nunca mais lutou pela categoria até 66kg. Ele fez duas lutas contra o americano Nate Diaz, no UFC 196 (março de 2016) e UFC 202 (agosto de 2016) pelos meio-médios (até 77kg), perdendo a primeira e vencendo a segunda.

Aldo, por sua vez, venceu o norte-americano Frankie Edgar no UFC 200, em julho deste ano, e se tornou o dono do título interino dos penas.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.