Opinião: Alô torcida do Corinthians, precisamos conversar…

Nesta quarta-feira(28), em jogo válido pelas quartas de finais da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro, a Arena Corinthians recebeu seu menor público da história do “palacete de Itaquera”. Mesmo assim, os 19.180 torcedores presentes na arena, cantaram alto, se transformaram em 25,30 mil nas arquibancadas. Mas alguns torcedores, parece que se esqueceram o que é torcer para o Corinthians.

Que o time atual do Corinthians é de extrema limitação, não é novidade para ninguém, e sofrer pelo time, não é ou não deveria ser novidade para nenhum louco do bando. Muitos dos atuais torcedores, viveram épocas ótimas do timão, e talvez isso tenha feito com que ALGUNS torcedores, tenham perdido o sentido do que é viver e vestir Corinthians.

Leia também:

Uma carta aos jogadores do Corinthians

Qual tamanho da marca Corinthians!?

Ontem(28), o contestado time do Corinthians, venceu, e deu um passo importante para seguir na competição e o que se viu após a partida, foi torcedores em clima de luto por ter sofrido um gol, dando até a sensação que o adversário na volta seria o Barcelona e que é impossível vencermos lá. Podemos até ser eliminado, mais jamais, um treinador, principalmente adversário será mais importante que o clube que torcemos e amamos, explicando, após o jogo, Fábio Carille, técnico do Corinthians que venceu a partida, saiu hostilizado por alguns torcedores, e em seguida, Mano Menezes, técnico do adversário, que saiu derrotado, foi aplaudido por esses mesmos torcedores.

Olha aonde fomos parar, nossos torcedores “dando moral” para adversário, e questionando nosso técnico, em um momento de vitória importante. A vaia a Willians, antes de entrar em campo no segundo tempo, se mostra um torcedor que hoje, busca a perseguição de medalhões, tendo em vista que, Rodriguinho pediu pra sair, Cristian vive péssima fase, Willians era a opção mais coerente, afinal, ganhávamos de 2 x 0, tinha que fechar a “casinha”. Ao invés do apoio, o que houve foi vaia.

Todo torcedor tem o direito de vaiar, afinal ele pagou seu ingresso e faz o que bem entender, mas as vaias, vieram apenas de alguns. O que o torcedor não tem direito é de desonrar o SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA, e a partir do momento que nos voltamos contra nós, para aplaudir adversário fizemos isso. O mesmo técnico adversário que saiu aplaudido, minutos depois, insinuou um favorecimento da arbitragem ao clube quando joga em sua moderna arena.

Alguns torcedores, precisam de um banho de “Corinthianismo”, precisam voltar a entender o que é torcer para o Corinthians, o que é ser devoto de um time, o que é ser fiel. Nossa torcida é única, e cabe a nós torcedores, fazer com que ela continue sendo única. Nós que já ecoamos pelo mundo todo, que “Vivemos por ti Corinthians”, temos que viver nos altos, mas principalmente nos baixos.

Aos que vaiaram, assistam ao jogo do rebaixamento de 2007, e vejam, um exemplo de Corinthianismo, mesmo o jogo sendo lá em Porto Alegre.

Por fim, infelizmente eu afirmo: O CORINTHIANS NÃO MERECE ESSES TORCEDORES.