APÓS ESCÂNDALO DE SUBORNO E UMA PARTIDA NO COMANDO, SAM ALLARDYCE É DEMITIDO DA SELEÇÃO INGLESA

Reprodução // Página Oficial da Seleção Inglesa

Sam Allardyce foi demitido como técnico da Inglaterra depois de uma investigação do jornal The Telegraph, que o mostrou usando sua posição como treinador da equipe nacional para negociar um acordo de £400.000 e dando conselhos sobre como burlar as regras da FA em transferências de jogadores.

LEIA MAIS: SEGUNDO JORNAL, MANCHESTER CITY MOSTRA INTERESSE EM MERCADO CHINÊS

Allardyce, que sucedeu Roy Hodgson como comandante da Inglaterra, assumiu a gerência da seleção em 22 de julho deste ano, e foi convocado para o escritório da FA em Wembley nesta tarde, como crítica das revelações que cresceram e selar a demissão do ex comandante.

A investigação, que começou há mais de 10 meses atrás, foi liderada pelo repórteres do tablóide The Telegraph disfarçados de empresários. Sam foi filmado secretamente dizendo-lhes que as regras da FA “não era um problema”, claramente sobre convocar jogadores pagos por empresários. Os regulamentos foram introduzidos pela FA em 2008 para evitar que os jogadores, sendo propriedade de empresas, possam decidir quando vendê-los sem o envolvimento do clube. “Você ainda pode obter dinheiro em torno dele”, disse ele à repórteres disfarçados.

Empresas donas de passes de jogadores de futebol é proibida, tanto pela FA quanto da Fifa, que procuram impedir que as empresas privadas lucrem com a venda de jogadores no mercado de transferências.

O técnico de 61 anos também foi filmado negociando um acordo de £400.000 que envolveria viagens para o Extremo Oriente, quatro vezes por ano, para falar com investidores em uma empresa que queria comprar jogadores de futebol. Allardyce recebia mais de £3 milhões de libras por ano e bônus por metas, dadas pela FA para gerenciar a equipe da Inglaterra.

Allardyce foi responsável por apenas uma partida. Quando a seleção inglesa venceu a Eslováquia por 1 x 0, no início deste mês.



Jornalista em formação pela Universidade Anhembi Morumbi, aficionado por futebol e que, segundo fontes, escolheu o jornalismo após a final do Campeonato Paulista de 1999. No torcedores.com, busca retratar o futebol europeu na visão de um antigo morador da Inglaterra, mas nunca deixando a essência do futebol tupiniquim de lado.