Aposentadoria à vista! Veja cinco atletas que se aventuraram em outros negócios

Reprodução/Facebook

Campeão interino da divisão dos penas (até 66kg) do UFC, José Aldo pode ser o mais novo esportista aposentado da praça. Na última terça-feira (27), o atleta natural de Manaus anunciou aposentadoria do MMA após a revanche contra o irlandês Conor McGregor, dono do cinturão dos penas, não ter sido concedida. Em vez disso, o europeu lutará contra o americano Eddie Alvarez pelo título dos leves (até 70kg) no combate principal do UFC 205, em novembro. Caso não mude a posição, Aldo deverá trocar as luvas pela carreira de empresário. O ramo, contudo, deve ser bem diferente do mundo do MMA.

LEIA MAIS:
DANA WHITE RECUSA RESCINDIR COM JOSÉ ALDO, QUE DIZ QUE QUER SE APOSENTAR
SEM REVANCHE COM MCGREGOR, JOSÉ ALDO DISPARA CONTRA UFC

Em janeiro deste ano, Aldo inaugurou uma hamburgueria no Rio de Janeiro.

Em entrevista concecida ao programa “Revista Combate”, do canal Combate, Aldo deixou o futuro em aberto. “Não é que estou de cabeça quente, revoltado, nada disso. Estou muito tranquilo, conversei desde muito antes que queria encerrar minha carreira aos 30 anos de idade e tomar novos rumos”, falou ele, que completou 30 anos no último dia 9 de setembro.

Empresário e treinador principal do campeão interino dos penas, Dedé Pederneiras afirmou que Aldo deve seguir no meio esportivo. Vale lembrar que o atleta já foi lutador de jiu-jitsu e competiu na modalidade.

Lutador ou empresário em tempo integral a partir de agora, fato é que José Aldo é apenas mais um no grupo de esportistas que dividem o tempo entre os negócios e a atividade pela qual são mais conhecida. Conheça outros cinco atletas que também se aventuraram em outros campos:

1) Vitor Belfort

Também lutador do UFC e ex-campeão do MMA, o brasileiro Vitor Belfort é dono de uma empresa de café orgânico. O nome? Café Belfort.

Aos 39 anos, o “Fenômeno” está em plena atividade. Tanto que estará no octógono no próximo dia 8 de outubro contra Gegard Mousasi no UFC 204, em Manchester, na Inglaterra.

2) Elias

Ex-jogador do Corinthians e da seleção brasileira, o volante Elias, atualmente no Sporting, de Portugal, é outro esportista que resolveu investir no ramo das hamburguerias.

Em setembro do ano passado, o atleta inaugurou uma lanchonete em São Paulo.

3) Falcão

O astro do futsal investiu o tempo fora das quadras em uma grife de roupas. Ao lado do ex-jogador de futebol Denilson, hoje comentarista da TV Bandeirantes, o camisa 12 da seleção brasileira é um dos donos da empresa 100RSDN (“sem risadinha”).

NÃO É PROMOÇÃO É PREÇO Camiseta e bonés  acesse a loja virtual e confira  www.100risadinha.com

Uma publicação compartilhada por 100RSDN (@100risadinha) em

O meia Nenê, do Vasco, é outro dos sócios da empresa.

4) Bernardinho

Técnico da seleção masculina de vôlei, Bernardinho se dedica ao ramo da gastronomia quando não está nas quadras. Ao lado de familiares, o treinador é dono do restaurante Delírio Tropical, que existe há 30 anos no Rio de Janeiro.

5) Cesar Cielo

Ausência nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, neste ano, o nadador Cesar Cielo é sócio de um restaurante chamado Original da Granja. O estabelecimento fica em São Paulo.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.