Nova polêmica em confronto envolvendo Fluminense e Corinthians

Reprodução: Facebook oficial Fluminense.

Após uma quarta-feira onde a equipe do Rio de Janeiro, criticou e muito a arbitragem, por conta da partida válida pelas oitavas de final da copa do Brasil, ambos tornaram se enfrentar novamente na Arena Corinthians e mais uma vez a arbitragem volta a ser o foco do confronto.

Agora pelo campeonato brasileiro, o Fluminense bateu o Corinthians por 1×0 gol de Cícero aos 48 minutos do segundo tempo. Até então nada de alarmante teria nessa notícia, contudo a reclamação que foi muito forte para o lado tricolor no jogo de quarta-feira, hoje a reclamação passa a ser fortíssima no caso dos paulistas. E assim como aconteceu no jogo passado, a arbitragem foi novamente o foco no confronto deste domingo.

Algumas horas depois do confronto o canal de televisão ESPN Brasil, revisou os lances, e o ex árbitro, Sálvio Spínola, não teve dúvidas em cravar dois pênaltis não assinalados na partida (Um de cada lado), e por fim, identificou dois erros no lance que originou o gol do tricolor das laranjeiras, e também da vitória do clube carioca. Para Spínola e nesse caso concordo com ele, a falta que originou o lance, de fato foi um lance normal, e nesse caso um lance bem mais complicado, o zagueiro Gum, aparece muito ligeiramente a frente, lembrando que o jogador ajeitou a bola em que terminaria no gol de Cícero.

Em relação aos Pênaltis, o não marcado em Marcos Júnior foi unanimidade entre os comentaristas do programa, e o do lado do Corinthians só não contou com o apoio de uns dos membros do programa. O grande problema é que a arbitragem volta a ser polêmica no confronto entre as duas equipes, e fortalece ainda mais a tese, que o profissionalismo da profissão, e também da introdução da tecnologia do futebol, precisa sair de projeto a realidade. Caso contrário ainda despenderemos muitas horas de debates televisivos, quase que exclusivos sobre erros de arbitragem.

Falando um pouco da partida, o confronto foi muito interessante para o público de quase 19 mil torcedores na Arena, que apesar de ser bom para muitos clubes do Brasil, foi o pior público do Corinthians em seu estádio desde a sua inauguração. Fluminense e Corinthians a partir dos 30 minutos do primeiro tempo, foram muito incisivos e buscaram muito o gol, criando cada um muitas oportunidades durante toda a partida. Gustavo Scarpa mais uma vez muito bem no jogo, foi muito perigoso em praticamente todo jogo na bola parada, situação onde ele vem se destacando muito nesse campeonato brasileiro. O Corinthians por sua vez contou muito com a velocidade de Rodriguinho, para criar os melhores lances. O placar de 0 x 0 aos 48 minutos do segundo tempo, não refletia o volume de jogo que ambas as equipes colocaram na partida, e o gol tardio apesar de irregular, brindou um jogo onde o 1×1, ou mais gols não seriam mero exagero.

Com a vitória o Fluminense passou para a 5º colocação com 43 pontos, 2 a menos que o Santos, que ontem foi derrotado pelo Sport em Recife e é também o clube que abre a linha do G4. Já o Corinthians, com a derrota caiu para a 7º colocação, estacionado nos 41 pontos, e segue em sua má fase dentro da competição, com apenas 1 vitória nos últimos 5 jogos, sendo duas derrotas de forma consecutiva. Ao Corinthians ao menos, ainda restam duas possibilidades de se chegar a Libertadores, e essa reta final de temporada promete ser emocionante para o clube paulista, cabe agora o time tentar reverter essa crise, com o objetivo de conquistar seu objetivo, que agora claramente é disputar a competição continental no próximo ano.

Na próxima rodada o Fluminense encara o Sport em Edson Passos, onde o clube tem apenas uma derrota, de virada para Chapecoense, estádio que pode aquecer ainda mais a luta do tricolor pelo G4, onde o brasileirão passou a ser o único foco do clube no ano de 2016. Já Corinthians e Santos tem confrontos no meio desta semana pela Copa do Brasil, o Timão recebe o Cruzeiro na Arena Corinthians, e espera contar com o apoio do torcedor, que hoje teve a sua pior presença desde a inauguração do estádio, e no fim de semana no sábado, por conta das eleições, vai até ao Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo. Adversário direto do Tricolor carioca pelo G4, o Santos recebe o Internacional pela Copa do Brasil na quarta-feira, e também em casa, jogará contra o embalado e perigoso Atlético Paranaense. Chance do Fluminense em ficar ainda mais forte no que será uma luta muito dura pela última vaga da Libertadores de 2017.