“Assistir futebol é fácil, estudar futebol que é o desafio”, afirma Tite

Brasil
Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Em entrevista concedida ao programa Esporte Espetacular, Rede Globo, na manhã deste domingo, Tite respondeu a uma série de perguntas enviadas por internautas diretamente para o técnico. No bate papo, ele contou suas estratégias para manter a confiança do elenco nessa boa fase da seleção brasileira, que vem de duas vitórias nos últimos jogos que disputou pelas Eliminatórias da Copa de 2018.

LEIA MAIS
SELEÇÃO BRASILEIRA: JORNALISTAS OPINAM SOBRE CONVOCAÇÃO DE TITE
SELEÇÃO BRASILEIRA: SAIBA EM QUANTOS JOGOS LUCAS LIMA DEVE DESFALCAR O SANTOS

O comandante acredita que apenas assistir a partidas de futebol é insuficiente para acompanhar o desempenho dos brasileiros mundo afora. Dessa forma, o treinador conta com uma equipe responsável por inspecionar jogadores pouco badalados, mas que em algum momento possa contribuir com a seleção.

“A seleção tem um grupo de atletas que ela monitora em que nós temos mais de 130 atletas (apenas) em Portugal na primeira divisão”, afirma Tite, após ser questionado por Mauro Naves sobre o quadro de jogadores que a equipe analisa. “Claro que isso é uma dimensão muito grande. Mas a gente filtra hoje um acompanhamento mais específico em torno de 40 ou 50 atletas de alto nível na busca de selecionáveis”, completou.

Em suas duas primeiras convocações poucas mudanças apareceram. Entre os goleiros, a grande novidade foi a convocação de Muralha, jogador do Flamengo. A segunda lista ainda contou com os retornos de Thiago Silva e Oscar.

O técnico da seleção ainda confirmou que as substituições do meia Casemiro e do lateral Marcelo, cortados por contusão, serão por jogadores que atuam no Brasil.

O próximo jogo da equipe pelas Eliminatórias será em Natal, no dia 06 de outubro, contra Bolívia. Já a segunda partida será realizada em Merida, contra a Venezuela, no dia 11.



Paulistano, 20 anos. Estudante de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.