Conmebol anuncia que Libertadores em 2017 terá final única e em campo neutro

Libertadores
Credito da foto: Divulgacao/Conmebol

Em 2017, a Copa Libertadores da América contará com um formato totalmente novo e muitas novidades. Em reunião realizada nesta terça-feira (27) com presidentes de entidades e clubes, em Assunção, foi definido que a competição a partir do ano que vem será mais longa e que, de acordo com o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, terá final com um jogo único e mando de campo neutro.

LEIA MAIS

Competição será disputada até novembro; veja as mudanças

Alejandro afirmou que as novas mudanças vão proporcionar um final mais justa. “Analisando as estatísticas das finais da Copa Libertadores, a equipe que jogou em casa o segundo jogo ganhou 7 das 10 finais. A justiça do esporte exige final única em campo neutro”, disse em seu Twitter.

Além destas alterações, a entidade confirmou mais cedo que a Libertadores em 2017 será disputada em 42 semanas, começando em janeiro e terminando em novembro, 15 semanas a mais que os anos anteriores. Os 10 clubes que não se classificarem para as oitavas de final do torneio poderão jogar a Sul-Americana.

De acordo com o jornalista Paulo Vinicius Coelho, três dirigentes do futebol brasileiro estiveram presentes na reunião e devem requisitar um aumento no número de vagas para as federações do continente, com exceção do México, convidado na competição.