Cruzeiro admite má fase de Ábila e promete mudanças

Crédito da foto: Cruzeiro / Divulgação

O argentino Ramón Ábila chegou ao Cruzeiro em julho. O camisa 50 já marcou nove gols em 15 jogos, mas está há cinco sem balançar as redes. O jejum preocupa a comissão técnica, que fala em preservar o atacante.

LEIA MAIS:
“Flamengo teve sorte”, afirma atacante do Cruzeiro após derrota
Corinthians será o adversário do Cruzeiro na Copa do Brasil

“Esse é um assunto que a gente vai tratar internamente. O Ábila nos ajudou em alguns jogos, perdeu alguns gols, mas não vamos individualizar. Vamos nos reunir na Toca e tratar desse assunto interno”, declarou Sidnei Lobo, auxiliar de Mano Menezes, que comandou o time na derrota para o Flamengo porque o técnico estava suspenso.

Antes de jogar no Brasil, Ramón Ábila atuou por clubes menores da argentina (Instituto, Sarmiento de Junin e Deportivo Morón), até chegar ao Huracán, onde se destacou na Libertadores e chamou atenção do time celeste. Um dos pontos fortes do atacante que tem tem 1,80m e característica de centroavante nato é a presença na área. Ele é titular de Mano Menezes ao lado do experiente Rafael Sobis, também contratado nesta temporada.

O Cruzeiro já marcou 34 gols no Brasileirão, sendo que Ramón Ábila e o uruguaio De Arrascaeta dividem a artilharia do time com seis gols cada. Robinho, do Atlético-MG, e Gabriel Jesus, do Palmeiras, estão entre os principais goleadores do campeonato, com 11.

Bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, o Cruzeiro perdeu na final da Copa do Brasil de 2014 para o arquirrival Atlético-MG e neste ano vive uma fase complicada, visto que sequer disputou a decisão do Campeonato Mineiro, trocou de técnico e desde a volta de Mano Menezes tenta se reabilitar no Brasileirão, mas está na zona de rebaixamento.

O próximo compromisso do time é pela Copa do Brasil, sendo que encara o Corinthians no jogo de ida das quartas de final nesta semana. O primeiro jogo será em Itaquera nesta quarta (28) na Arena Corinthians às 21h45 (horário de Brasília).