Diego Hypolito diz que foi ameaçado de ficar fora da Rio-2016 se participasse do programa do Faustão

Crédito da Foto: Reprodução/TV Globo

Dois meses depois do polêmico veto ao programa do Faustão, Diego Hypolito marcou presença na atração de Fausto Silva, no último domingo (25), para participar do quadro Dança dos Famosos. Em meio aos votos aos dançarinos, o ginasta falou da medalha de prata na Rio-2016 e do polêmico episódio em que ficou de fora do programa e que levou Fausto a soltar o verbo contra a Comitê Olímpico.

LEIA MAIS
COMENTARISTA DA ESPN CUTUCA SETORISTA DO SP POR IRONIZAR FLAMENGO: “BAIRRISMO?”
NARRADOR SE EMPOLGA COM VIRADA DO FLAMENGO E COMENTARISTA BRINCA: “CHUPA QUE É DE UVA”
“ASSISTIR FUTEBOL É FÁCIL, ESTUDAR FUTEBOL QUE É O DESAFIO”, AFIRMA TITE

Na época, Diego estava pronto para participar do quadro Ding-Dong, mas, minutos antes de entrar no ar, recebeu um telefonema em que proibia a participação na atração sob ameaça de ficar de fora da Rio-2016.

“Aquele período que não entrei no programa, sei que não deveria falar disso. Eu tenho uma honra muito grande de estar aqui de novo, você me valorizou muito. Por mais que não pudesse falar absolutamente nada momentaneamente. Eu realmente não pude entrar no programa e eu não entrei porque poderia ficar fora da Olimpíada e isso para mim vale mais que tudo. Jogos Olímpicos são minha vida, treino diariamente, treinei durante 12 anos para os Jogos Olímpicos. Quando tem 1 minuto e dez de competição, quando chorei daquela maneira, não ligo de ser chamado de chorão, porque, é tão sacrificante treinar diariamente, é muito recompensador. Se não fosse a ginástica, eu não seria nada. Mudou minha vida em todos sentidos, eu era muito pobre. Tenho só agradecer, eu vi a homenagem que você fez aquele dia. Sou seu fã. Muito obrigado pela oportunidade de estar aqui mais uma vez”, explicou Diego com o apoio do apresentador.

O ginasta também lembrou as dificuldades até a conquista da medalha de prata e agradeceu o empenho de membros da comissão técnica, que apostaram em seu talento.

“Eu me ajoelhei porque estava com a perna completamente bamba, mas tinha pessoas que acreditavam em mim. Quando subi, falei: foi muito difícil estar aqui, muita gente não queria que eu estivesse aqui, principalmente comissão técnica, coordenadores porque falavam que não tinha chance de ser medalhista. Marcos Goto com toda honra que teve comigo comprou a briga junto com Jorge Bichara e me levaram para olimpíada. Estava muito nervoso, dá vontade de desistir. Rosto positivo, mas muito nervoso. E se eu caísse de novo? Aquilo ia ficar marcado para o resto da vida. Se concentra, faz sua parte. Tem pessoas aqui que acreditam em você e o principal, povo brasileiro nunca desistiu”, finalizou.

Assista ao vídeo do ginasta fazendo o desabafo:



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.