Pensando em 2017, Flamengo vê dificuldade para segurar jogador

Flamengo
Divulgação/Flamengo

Na briga pelo título do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana 2016, o Flamengo já começa a planejar a próxima temporada. Perto de garantir vaga para a Libertadores 2017, a diretoria do clube carioca já agita os bastidores para se reforçar. Possivelmente, o grande problema para a equipe será conseguir a permanência do meio-campo Alan Patrick. 

LEIA MAIS:

Cratera impede volta da dupla Fla-Flu ao Maracanã; confira

Um dos principais jogadores do Rubro-Negro, Alan tem contrato com o Shakthar Donetsk até junho de 2017, mas está emprestado ao Flamengo, que não tem um preço estipulado para a compra dos direitos econômicos do atleta.

De acordo com o Transfermarkt, o jogador está avaliado em € 3,5 milhões (cerca de R$ 12,6 milhões), que equivale a 36% do valor gasto pelo Flamengo para se reforçar em 2016.

Para a função de Alan Patrick, o clube conta com os meias Diego, Ederson e Mancuello, além das promessas da base Matheus Sávio e Lucas Paquetá.

Outra possível perda do Flamengo para 2017:

O jovem lateral-esquerdo Jorge pode deixar o clube em 2017, rumo ao Manchester City. Caso isso se concretize, o nome do lateral do Grêmio, Marcelo Hermes deve voltar com força máxima nos bastidores do Flamengo. A diretoria do clube carioca chegou a preparar uma proposta para contar com o jogador em 2016 mas o negócio não foi à frente. O tricolor gaúcho por sua vez gostaria de contar com Gabriel, mas foi outra negociação que acabou não se concretizando.