Flamengo pede alteração de data do Fla-Flu visando retorno de Muralha e Guerrero

Gilvan de Souza/Flamengo

Se o Palmeiras conseguiu adiar o jogo contra o Cruzeiro, válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, passando do dia 12 para 13 de outubro só para poder contar com Gabriel Jesus, convocado por Tite para a seleção brasileira, o Flamengo prepara uma investida semelhante.

LEIA TAMBÉM:
Brasileirão: Flamengo cresce na ‘pesquisa’ e chances de título chegam a 41%
Edmundo detona Guerrero: “Não serve para vestir a camisa do Flamengo”
Pará leva terceiro cartão amarelo e desfalca Flamengo contra o São Paulo

Em reportagem do site ESPN.com.br, os cariocas devem oficializar nesta segunda-feira o pedido para mudar a data do Fla-Flu para também o dia 13, tudo para poder contar com Alex Muralha, também convocado para defender o Brasil nas Eliminatórias, e também o peruano Paolo Guerrero, chamado pelo mesmo motivo pelo técnico Ricardo Gareca. Além disso, tem o atacante jovem Felipe Vizeu, que foi chamado por Ricardo Micale para a seleção sub-20.

Na classificação, o Flamengo é segundo colocado do Brasileirão com 53 pontos, um a menos que o Palmeiras. De acordo com reportagem, a diretoria carioca está irritada pela proximidade do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, com o clube alviverde. O cartola é conselheiro vitalício do Verdão. Outra reclamação rubro-negra é com a arbitragem.

Enquanto o gaúcho Leandro Vuaden, da Fifa, apitou a vitória contra o Cruzeiro, em Cariacica, o Palmeiras derrotou o Coritiba, no Allianz Parque, sob o comando do árbitro potiguar Caio Max Vieira, que não goza do mesmo prestígio nacionalmente. A cobrança é por tratamento igualitário nas escalas, e agora também nas datas dos jogos pela competição.

As informações desta matérias podem valer dinheiro no Sporaga! Neste fantasy game de futebol, você pode montar times virtuais e participar de disputas em jogos pré-determinados. A pontuação é baseada no desempenho dos jogadores no mundo real. Faça seu cadastro e use o código promocional "Torcedores" para poder começar a apostar sem gastar nada e já ter a chance de ganhar.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.